Semana de Portas Abertas | EAV Parque Lage

EAV Parque Lage - Palacete

A Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage convida todas as pessoas interessadas em conhecer seus cursos a participarem da Semana de Portas Abertas. A instituição oferece aulas públicas de diversos cursos. A intenção é apresentar os professores e as várias possibilidades de formação e experimentação que compõem a conceituada escola livre de arte.

Nesse semestre, serão cerca de 50 cursos remotos e presenciais, e mais de 50 professores-artistas que oferecem proposições diversas, com valores mensais a partir de R$ 480. Os cursos estão subdivididos em 13 núcleos: arte e tecnologia; artes viventes; capacitação técnica; conhecimento emergente; desenho; escultura; estudos críticos e curatoriais; gravuras; história da arte; jovens e crianças; orientação multisuporte; pintura; e o Parquinho Lage.

Para participar das aulas remotas, basta acessar o link disponibilizado na lista de cursos, na hora marcada, através do site da instituição. As vagas para a modalidade presencial, serão ocupadas por ordem de chegada. A lista completa de cursos, com ementas e mais informações, pode ser conferida no site da EAV (http://eavparquelage.rj.gov.br/escola).

Confira alguns cursos da Semana de Portas Abertas (26/fevereiro a 02/março)

Na segunda-feira (26), serão ao todo dez aulas relacionadas a diferentes percepções da arte. “História da arte do século XIX ao XX: inovações estéticas”, com a professora Janaina Ayres, abrirá a programação. Falando sobre uma nova abordagem artística face a múltiplas transformações de diversas ordens vivenciadas pela sociedade tais como os avanços tecnológicos, progressos industriais e as descobertas científicas, o encontro propõe estudos teóricos com muitas imagens e debates acerca das obras de arte, com foco sobre as produções artísticas do século XX.

Na aula do curso “Reverb.som, corpo e imagem em consonância”, os professores Franz Manata e Saulo Laudares darão ênfase na dimensão sonora e sua conexão com vários outros suportes e manifestações, articulando a consonância entre som, corpo e imagem. Sendo um aprendizado ideal para pessoas interessadas em conhecer, pesquisar o tema ou desenvolver processos artísticos.

Com foco no desenho, em suas produções e aprofundamentos nesse meio, o curso prático “Perdendo a linha”, conduzido por Pedro Varela, traz o desenho em toda sua multiplicidade, abarcando desde procedimentos mais clássicos a experimentações em campo ampliado e contaminações com outros meios. A aula apresenta estímulos de processos criativos, a quebra de padrões enraizados e a experimentação para ajudar o aluno na construção de sua pesquisa poética.

“Aquarela como pensamento”, ministrado por Alberto Kaplan, tem como objetivo o desenvolvimento de linguagens através da técnica da aquarela instigando a formação de um raciocínio plástico individual. Serão analisadas as possibilidades da cor, do espaço e da composição gráfica sobre papel.

Em “Gravação e impressão artística”, o professor Gabriel Vieira discutirá aspectos técnicos inerentes à arte da gravura e suas aplicações na progressão do trabalho pessoal dos alunos, utilizando diferentes tipos de matrizes e explorando formas distintas de intervenção em suas superfícies. Soluções variadas de registro e manipulação de imagem, bem como possibilidades plásticas em processos de impressão, serão apresentadas.

Compartilhar: