Sala de Estar – Artistas do Acervo Sesc de Arte Brasileira / Módulo 3 – Lugares | Sesc São Caetano

Em Guarda, Nazareno, 2015 | FOTO: Everton Ballardin

A partir de 6 de agosto, a exposição Sala de Estar: Artistas do Acervo Sesc de Arte Brasileira, no Sesc São Caetano, inaugura o seu terceiro e último módulo, intitulado Lugares. Fruto de um processo de curadoria compartilhada coordenado pela educadora, curadora e escritora Valquíria Prates, a nova etapa traz obras que discutem a perspectiva do “lugar” físico e simbólico. Além dos meios urbanos e rurais, corpo, memória e relações também pertencem ao território do estar. Um bate-papo com a equipe do Sesc e o educativo da exposição será exibido no dia 5 de agosto, às 19h, no canal do Sesc São Caetano no YouTube. A conversa vai abordar o processo de curadoria e os desafios de uma exposição/educativo na pandemia.

A mostra é resultado do último curso de curadoria compartilhada realizado por Valquíria Prates e abordou processos de estudos acerca dos critérios que movem a seleção de obras artísticas para produção de uma exposição. Os primeiros módulos tiveram como recortes temáticos Pessoas/Corpo e Paisagens/Lugares.

A primeira edição da mostra envolveu professores da rede pública de ensino de São Caetano. A segunda, artistas de São Caetano, sempre em processo compartilhado de curadoria. Já na terceira edição, o curso se realizou de maneira virtual, em função da pandemia Covid 19, com um público diverso em profissão, idade e cidade.

A seleção reúne obras de Athos Bulcão, Antonio Henrique Amaral, Artur Barrio, Ester Grinspum, Gabriel Abrantes, J. Miguel, Stênio Diniz, Sidney Philocreon, Nazareno, Laura Gorski, Caio Reisewitz e Anna Maria Maiolino.

Sala de Estar recebeu esse nome por estimular no público a sensação de pertencimento ao espaço, uma ideia que ganhou novos contornos em 2020, quando a pandemia de Covid-19 fez com que as telas de dispositivos se tornassem um modo alternativo de convivência. Estar presente com as obras selecionadas da coleção permanente do Sesc São Paulo oferece um espaço de partilha, conexão e acolhimento.

Ao visitar a mostra, o público pode encontrar mais do que um conjunto de trabalhos de diferentes épocas, linguagens, gêneros e estilos. As associações de trabalhos enfatizam também as motivações e questões sobre arte e as visões de mundo que deram origem aos critérios para definir, sempre em estado de negociação de pontos de vista, as estratégias para responder à questão: o que precisa ser visto agora?

ARTISTAS: Athos Bulcão, Antonio Henrique Amaral, Artur Barrio, Ester Grinspum, J. Miguel, Stênio Diniz, Sidney Philocreon, Nazareno, Laura Gorski, Caio Reisewitz, Anna Maria Maiolino.

 

Compartilhar: