Rosane Franco | Centro Cultural Correios RJ

A artista Rosane Franco apresenta a exposição ‘DOIS’, sua nova individual com curadoria de Patricia Toscano que fica em exibição de 26 de agosto até 9 de outubro de 2021, no Centro Cultural Correios Rio de Janeiro.

Nessa mostra, a artista apresenta um corpo de trabalho criado em seu ateliê no Rio e ocupa o espaço expositivo com instalações, pinturas de médios à grandes formatos e uma constelação pictórica de pequenos e micros formatos. O trabalho nos convida a refletir sobre o ‘DOIS’ como signo em nossas vidas. Propõe com sua poética talvez um leitmotiv borgeano e nesse desvio literário hipotético, também duplo/dúbio/dual, conduzem-se os pontos de vista e percepções daqueles que como um grito de silêncio e caos, observam e absorvem o som na cadência de suas obras.

Assim como Caos, ‘DOIS’ é o resultado da força de desagregação em oposição à força gregária, as duas potências primordiais que deram origem ao universo poético de Rosane Franco, cuja divinização pictórica farta de suas obras, criam uma nova atmosfera. Um desafio que nos permite viajar por uma expedição de insights filosóficos numa costura reflexiva que perpassa por mergulhos psicanalíticos oxigenados com lampejos poéticos literários.

A artista reforça em seu fazer, os caminhos da pintura, sua importância e atualidade numa produção voraz de desejo experimental, cujo estímulos vêm direto dos cenários da vida cotidiana. E o faz sem sutilezas, carrega potência, contrastes contemporâneos e partícipe dos tempos rudimentares da matéria, as abstrações e figurações sem escancaramento. Os contornos e as pinceladas gestuais são apontamentos de fortes decisões. Sejam fartos de cores ou ausentes de, nos acúmulos ou abandonos, nas presenças e ausências, não importa, o impacto acontece na captura para dentro do corpo pictórico.

“A artista cria hipóteses cujas abstrações e figurações surgem do êxtase de seu gozo gestual. Levando a intangibilidade à matéria, as reticências poéticas de Rosane Franco, situam-se no espaço aberto e imponderável, levando-se em consideração que esta não existirá senão em diálogo com o distinto. A produção de energia visual e plástica criada em suas pinturas é um lugar experimental de fisicalidade incontestável. Cabeça-tela-mão-corpo-alma-gozo, paixão pulsiva inquieta e indômita no fazer que nos fisga, nos traga. A artista nos conduz com sua obra a trilhar por uma aventura selvagem e envolvente por cada aspecto criativo de sua intensa e impactante produção plástica arrebatadora.” diz Patrícia Toscano, curadora e crítica de arte, especializada em conectar os ecossistemas da arte, tecnologia e inovação.

A entrada da mostra é livre e gratuita e o funcionamento é de terça-feira a sábado, de 12:00 às 19:00, seguindo todos os protocolos de higienização, segurança e prevenção do COVID19.

Compartilhar: