RESISTIR É PRECISO

Foi idealizada pelo Instituto Vladimir Herzog para contar, através da linha do tempo de 1960 a 1985, a história da resistência à ditadura militar no Brasil. Neste período em que diversos setores da sociedade civil lutaram pelo reestabelecimento da democracia no País, artistas e intelectuais da música, literatura e artes plásticas produziram obras que clamavam por democracia e denunciavam os abusos e crimes da ditadura. A exposição apresenta lutas pela reconstrução democrática com espaço para fotojornalismo, vídeo-depoimentos e farta documentação do período.

Compartilhar: