Projeto 4×5 – Módulo 1 Espaço | Galeria Marília Razuk

Daniel Acosta, Tektoniks (Jardim), 2014.

Trazer ao público o processo de uma exposição que se desdobra no espaço e no tempo por meio de módulos temáticos e artistas de diferentes trajetórias e gerações. Esse é o cerne do Projeto 4×5, que será exibido a partir de 31 de julho no espaço físico e virtual da Galeria Marília Razuk.

Com curadoria de Douglas de Freitas, o projeto é organizado em quatro eixos temáticos – Espaço, Projeto, Paisagem e Corpo -, eleitos a partir de quatro artistas emblemáticos que integram o acervo da Galeria: Amilcar de Castro, Julio Plaza, Eleonore Koch e Leonilson. Cada módulo será apresentado em exposições de curta duração, de cerca de 15 dias, e trará, ao todo, obras de dez artistas convidados e dez representados por Marília Razuk.

Em Espaço, primeiro módulo do projeto, exibido entre 31 de julho e 20 de agosto, serão exibidas obras de Ana Sario, Alexandre Canonico, Daniel Acosta e Hugo Frasa em diálogo com a produção de Amilcar de Castro. Considerado um dos maiores artistas brasileiros, Amilcar foi um dos líderes do movimento neo-concretista, grupo que surgiu no final dos anos 1950 e defendia a liberdade de experimentação, sugerindo que a arte não é mero objeto, possui sensibilidade, subjetividade e vai além do geometrismo puro. “As formas geométricas planas de Amilcar se abrem para o espaço a partir das suas operações, seja de corte e dobra, seja de deslocamento. Nesse sentido, os artistas participantes desse primeiro módulo, trabalham com a forma e suas possíveis relações com o espaço, seja o espaço real, da tela, ou ainda o mental. Assim planos constroem elementos no espaço, ou espaços se planificam nas obras”, explica o curador.

Todos os módulos serão exibidos de forma híbrida, no espaço físico e no Viewing Room da Galeria. O público poderá, inclusive, acompanhar os processos de montagem e desmontagem que ocorrem entre as mostras.

Ana Sario, Telhado principal A e B, 2016.

Compartilhar: