Patricia Carparelli | Galeria Kogan Amaro

As sutilezas do subconsciente, as experiências e memórias do passado, assim como as sensações do presente e do futuro da artista Patrícia Carparelli preenchem um tecido imenso com cores e formas variadas. Dividido em camadas, a obra forma um labirinto multissensorial na Galeria Kogan Amaro, dando origem à Amômetro, exposição em conjunto com a Capodarte, em cartaz a partir de 24 de julho.

O site specif é formado por 110 metros lineares de tecido voal, ilustrado com tinta guache diluída em água e dividido em 24 camadas sobrepostas. “O público poderá passear por este labirinto e observar inúmeras cores. É como se entrasse em uma tela 3D, que proporciona múltiplas sensações e amplia o repertório de criatividade de cada um”, explica Patrícia Carparelli.

Amômetro é um neologismo criado pela artista, com origem na junção das palavras termômetro e amor, sugerindo uma reflexão sobre as relações construídas com o passar do tempo. A questão da materialização das emoções, através do gestual, da tinta e suporte é uma característica marcante de seu trabalho, devido a sua formação também como arte terapeuta.

“As águas falam por si e, por meio da arte, Patrícia Carparelli usa a pintura para revelar algo íntimo e desconhecido. Constrói relações com a cor, com o fundo, a mistura correta da água, as camadas de tecidos, o tempo materializado no gestual do desenho”, pontua a curadora Fernanda Ingletto Vidigal.

A mostra, uma parceria entre a Galeria Kogan Amaro, a Capodarte, 2.artlovers e Ayo Cultural, é um convite para o público de todas as idades adentrar em um universo lúdico e explorar novas possibilidades.

Compartilhar: