ONLINE | Crônicas da Art Unlimited: Mondrian e o movimento De Stijl

Mondrian e o movimento De Stijl são tema 

do 2º episódio da série Crônicas da Art Unlimited

A série de crônicas é uma iniciativa da Art Unlimited e da Agência Galo com o propósito de revelar histórias curiosas por trás de grandes exposições. Desta vez, o encontro abordará a exposição Mondrian e o movimento De Stijl, e suas influências na produção artística do século XX;

 O seminário será no sábado, 29, às 11h. As inscrições são gratuitas e estão disponíveis em: www.bit.ly/AUcronicas;

 Os participantes receberão certificado oficial do evento

 

Um dos principais expoentes da arte abstrata, o pintor Piet Mondrian (1872-1944), será tema do segundo encontro da série de transmissões online e gratuitas realizadas pela Art Unlimited, em parceria com a Agência Galo. Crônicas da Art Unlimited: as histórias e os bastidores das exposições contados por quem faz terá transmissão ao vivo pelo YouTube e plataforma Zoom, com certificado para os participantes. O encontro online será realizado no próximo sábado, 29, a partir das 11h. Inscreva-se em: www.bit.ly/AUcronicas.

A apresentação será conduzida por Pieter Tjabbes, sócio-diretor da Art Unlimited e curador da exposição Mondrian e o movimento De Stijl, que foi realizada em 2016 nas quatro unidades dos Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) (São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro) e recebeu mais de 1,1 milhão de visitantes.

Na atividade online também serão exibidos relatos dos próprios produtores e profissionais envolvidos na maior mostra retrospectiva já apresentada sobre Mondrian na América Latina.

Encontro relembra Mondrian e o movimento que influenciou a história da arte, moda, design e artes gráficas

Assim como na mostra produzida pela Art Unlimited, a apresentação online tem como fio condutor a história do movimento De Stijl (O Estilo) e sua revista, criada em 1917 na Holanda com a participação de pintores, arquitetos e designers em um movimento em prol do neoplasticismo e da harmonia universal das artes.

A publicação circulou por 12 anos e influenciou os conceitos e a produção nos mais diversos campos, como artes plásticas, arquitetura, fotografia, design, literatura, tipografia e até a moda.

Além disso, a trajetória detalhada de Mondrian será relembrada. A apresentação permeia desde a entrada do artista na Academia Real de Artes Visuais de Amsterdã, em 1892, passando pelos quase 30 anos que antecederam o seu despojamento no marcante estilo abstrato que une principalmente linhas, retângulos e cores primárias, até seus últimos anos de vida nos Estados Unidos, onde morreu em 1944.

A exposição não apenas mostrou as obras de arte, mas também contou com instalações interativas e uma cenografia audaciosa. Este conceito inovador ajudou a atrair um público expressivo, facilitando o acesso de diferentes perfis à mostra.

Compartilhar: