O Silêncio que Grita – Pavilhão Social G10 Favelas

A comunidade de Paraisópolis recebe a exposição “O Silêncio que Grita”, inspirada no Presidente Juscelino Kubitschek, uma iniciativa da Fundação Brasil Meu Amor (FBMA) em parceria com o G10 Favelas e estará em cartaz até 20 de fevereiro de 2021, no Pavilhão Social G10 Favelas.

A exposição é composta de imagens, vídeos e sons que nos faz lembrar daqueles que colocaram um tijolo em direção à liberdade e as mais relevantes construções da civilização humana. Os painéis da instalação unem os povos, grandes sonhadores e líderes do passado e do presente, apagando a linha imaginária do tempo. A obra é também um grito de alerta: o Brasil livre, sonhado por JK e tantos outros, precisa de todos nós, novos candangos, para cumprir o destino de ser o melhor aís do mundo.

Trechos do livro “O Silêncio Que Grita”, de Jean Obry, idealizador, fundador e Presidente da FBMA, formam um fio condutor que amalgama a verdadeira essência do brasileiro, despertando um profundo sentimento de amor ao Brasil, de pertencimento e cidadania.  Uma verdadeira “injeção de brasilidade”, que oferece um resgate da história de nosso País.

O intuito da exposição é fazer com que os visitantes sintam a grandeza do Brasil, fazendo-os sonhar e com vontade de construir um novo Brasil.

Para Gilson Rodrigues, aclamado pela comunidade “O Prefeito de Paraisópolis”, presidente da União de Moradores e Comerciantes de Paraisópolis, trazer conhecimento para nossa comunidade é a melhor forma de nos reconhecermos como parte deste País e que somos capazes de transformá-lo.

Haverá uma equipe de monitores que promoverá momentos de diálogo, interação, reflexão e troca de informação entre o público visitante.

 

Fundação Brasil Meu Amor (FBMA)

A Fundação Brasil Meu Amor (FBMA) tem o objetivo de realizar e incentivar estudos e pesquisas no campo da memória e promover o Patrimônio Cultural e Artístico Brasileiro, por meio de atividades de caráter científico, artístico e pedagógico. Colabora com a formação dos brasileiros na produção e disseminação de conhecimento.

Nesse campo, a FBMA realiza diferentes projetos como exposições, cursos, espetáculos, livros, filmes, entre outros. Também, reúne e torna acessíveis arquivos de pessoas físicas e de instituições com contribuição histórica relevante. Pelo seu Estatuto Social, não possui vínculo com partido político e atua no sentido de expandir e desenvolver o potencial humano para transformar o Brasil em uma locomotiva de desenvolvimento.

A exposição “O Silêncio que Grita” é um dos projetos da Fundação Brasil Meu Amor, juntamente com o espetáculo “JK, Um Reencontro com o Brasil” em turnê pelo Brasil desde 2017 e visto por mais de 20 mil pessoas, entre outras ações.

Compartilhar: