Nuno Ramos | Instituto Ling

Performance Foda-se foice, 2008 | FOTO: Equipe Nuno Ramos

O Instituto Ling inaugura a exposição Dito e Feito – Aos Vivos, Porto Alegre, do artista plástico paulista Nuno Ramos. Com curadoria de Tiago Mesquita, a mostra reúne uma performance inédita homônima, pensada especialmente para o centro cultural de Porto Alegre, e outras 11 obras: a instalação em áudio Carolina, que já esteve no Instituto Tomie Ohtake em 2006, o filme Iluminai os Terreiros e outros nove registros de performances apresentadas durante a carreira do pintor, desenhista, escultor, escritor, cineasta, cenógrafo e compositor.

A performance inédita Dito e Feito – Aos Vivos, Porto Alegre poderá ser conferida ao vivo somente na próxima semana, com transmissão gratuita pelo canal do YouTube do Instituto Ling na terça-feira, das 19h às 21h, e de quarta a sexta-feira, das 17h às 22h. A obra faz parte da série de performances Aos Vivos, que o artista iniciou em 2018, trabalhando com a palavra, o tempo presente e todas as suas contradições.

O conjunto de trabalhos reunia, até agora, o mesmo procedimento, com atrizes e atores escutando ao vivo, com um fone de ouvido, determinada programação da televisão e repetindo, em outra situação cênica, o que escutaram. Na performance realizada na capital gaúcha, as atrizes Patsy Cecato, Nelly Coelho, Margarida Peixoto e o ator João Lucas reproduzirão não mais as falas protocolares e editadas da televisão, mas o que uma equipe nas ruas de Porto Alegre, formada pelos artistas Lucas Sampaio e Betina Camara, captura.

A primeira improvisação com os atores será feita a partir da palestra de abertura da exposição Dito e Feito – Aos Vivos, Porto Alegre que será transmitida simultaneamente no dia 15 de junho, às 19h. O bate-papo terá participação do artista Nuno Ramos, do curador Tiago Mesquita, do diretor artístico do Porto Alegre em Cena Fernando Zugno e da coordenadora da programação cultural do Instituto Ling Laura Cogo. O público poderá optar por acompanhar o painel ou a improvisação ao vivo, ou ver um pouco de cada, no YouTube.

Após as exibições ao vivo, o registro da performance inédita ainda poderá ser assistido na galeria do Instituto Ling, onde as demais obras também podem ser vistas. A mostra fica em cartaz até o dia 18 de setembro, com horários sem mediação de segunda a quinta-feira, das 14h às 19h, e com mediação nas sextas-feiras, às 16h30 e 18h30, e nos sábados, às 15h, 16h30 e 18h30. Para garantir a segurança de todos durante a pandemia, a visitação está sendo feita somente com agendamentos pelo site www.institutoling.org.br, permitindo o acesso de grupos de até cinco pessoas por vez.

Performance Aos Vivos | FOTO: Equipe Nuno Ramos

Compartilhar: