Núcleo | Janaina Torres Galeria

Pedro David, Birutas, 2009-2011

Acreditando na potência do vídeo como meio de pesquisa e expressão, e sua pertinência no contexto artístico atual, a Janaina Torres Galeria anuncia com prazer NÚCLEO, exposição de videoarte que será inaugurada em 05 de agosto.

A mostra marca o lançamento do NÚCLEO videoarte, projeto de caráter permanente criado em colaboração com as artistas Lucila Meirelles e Márcia Beatriz Granero, e que reúne artistas representados pela galeria que trabalham com esta linguagem. A exposição e lançamento do NÚCLEO videoarte fazem parte da programação comemorativa dos cinco anos da Janaina Torres Galeria, completados este ano e que prevê novas ações até dezembro.

NÚCLEO conta trabalhos que revelam o vigor e a pluralidade da produção contemporânea brasileira de videoarte.

Helena Martins-Costa, Por um fio, 2012

A partir de temáticas contemporâneas diversificadas, cada artista representa um universo particular, com uma subjetividade própria e uma poética aberta: Luciana Magno promove uma integração do corpo à natureza; Bárbara Paz nos mostra um mundo em suspensão; Helena Martins-Costa leva o público para uma imagem-espaço de risco; Márcia Beatriz Granero traz a criação da irresistível personagem Jaque Jolene; Heleno Bernardi trabalha com a ideia de desconstrução em suas obras; Andrey Zignnatto atua com seu grafismo transformando parte da paisagem; Pedro David faz tremular restos de memórias no crepitar do fogo e Lucila Meirelles produz videoartes que traz a ideia de situações limite.

A exposição prevê ainda a ocupação das redes sociais da galeria como desdobramento e expansão do espaço expositivo, dada a materialidade e facilidade do compartilhamento do vídeo no cenário de tecnologia e mídia atuais. Além da divulgação dos trabalhos presentes na mostra, cada artista ocupará os stories do Instagram da galeria por um dia. E durante o período de exposição, haverá o Videoarte Clube, que acontecerá via zoom, que exibirá semanalmente uma sessão de videoarte de cada artista participante da mostra, seguida de um bate papo.

” O Videoarte Clube pressupõe uma interação com o público, uma troca de ideias sobre o que foi visto. A produção de videoarte brasileira é potente desde os anos 70, e até os dias de hoje a experimentação continua a pleno vapor”, afirma Lucila Meirelles, pioneira da videoarte no país, e que assina o texto curatorial da exposição. “Os equipamentos mudaram, os software são outros, mas as ideias e as inspirações continuam perseguindo novos caminhos e direções”.

Bárbara Paz, Dia 58 Um caso de Amor

NÚCLEO videoarte

A partir da experiência bem sucedida do VideoArtePapo, série de lives sobre videoarte promovida em 2020 pela Janaina Torres Galeria e por Márcia Beatriz Granero no Instagram, e que se transformou em programa permanente do Museu da Imagem e do Som de São Paulo, a Janaina Torres Galeria consolida o Núcleo como espaço permanente de encontros, pesquisa e exposições. O projeto inclui a internacionalização do Núcleo, a partir de inscrições em festivais e plataformas especializadas em videoarte. A partir da seleção inicial, o NÚCLEO videoarte pretende convidar outros artistas e pesquisadores para projetos futuros.

Compartilhar: