Nelson Cruz | Centro Cultural Yves Alves | Festival Artes Vertentes – Festival Internacional de Artes de Tiradentes

Exposição Benjamina

As exposições fazem parte da décima edição do Festival Artes Vertentes – Festival Internacional de Artes de Tiradentes. Por meio de diferentes linguagens visuais, tais como a ilustração, o desenho, a fotografia e a instalação os artistas convidados pelo curador Luiz Gustavo Carvalho promovem uma reflexão em torno da água, mote curatorial da 10ª edição do Artes Vertentes.

“Benjamina”, de Nelson Cruz, tem como ponto de partida as árvores centenárias FicusBenjamina, as quais foram ceifadas da paisagem belorizontina. A exposição apresenta as obras originais que deram origem ao livro homônimo, lançado em 2019 pela Editora Miguilim. O artista visual mineiro, indicado pelo Brasil para o prêmio Hans Cristian Andersen e vencedor do Prêmio Jabuti com o livro Sagatrisuinorana, utiliza papelão como suporte para as obras, promovendo também uma importante discussão sobre a reciclagem de materiais e o papel importante que a arte pode ter nesta cadeia.

A segunda exposição apresenta uma instalação in situa a partir do universo de Cobra Norato, personagem folclórico que habita o imaginário dos povos dos rios brasileiros. Realizada pela ilustradora brasileira Marilda Castanha, o processo criativo envolveu também as crianças, os adolescentes e os adultos que participam da Ação Cultura Artes Vertentes, projeto sociocultural desenvolvido pelo Festival Artes Vertentes ao longo do ano no município. Falar sobre água, por meio do mito de Cobra Norato é uma maneira de se dar visibilidade à riqueza da sabedoria popular e proporcionar reflexões sobre a preservação da água.

Compartilhar: