Michel Cena7 | OMA Galeria

Meu irmão era eu

A OMA Galeria inaugura em 6 de novembro (sábado) a primeira exposição do projeto Spotlight, que tem como objetivo destacar o trabalho de artistas emergentes, com carreiras em fase de consolidação. Em “Labirinto Leve”, a galeria apresenta uma seleção de trabalhos do artista Michel Cena7, incluindo desenhos e pinturas em materiais como spray, tinta acrílica, aquarela e nanquim.

Cores vibrantes são usadas pelo artista para retratar personagens diversos, como seres híbridos e fantásticos, que poderiam ter saído direto de lendas do folclore brasileiro. As imagens ricas em significados e interpretações que cria, porém, não se limitam à esfera do imaginário do artista, servindo também como um meio pelo qual tece críticas sobre a realidade.

À primeira vista, o grande número de componentes em suas obras pode dar a impressão de serem apenas retratos de um sonho, porém elementos como uma cobra que veste um quepe policial, na obra “A Fauna nº3”, dão indícios do teor questionador presente em seu trabalho.

Ao mesmo tempo em que usa suas obras para criticar o mundo que nos cerca, o artista também usa o fantasioso como uma plataforma para refletir sobre a potência humana e sua capacidade de transformar o que há ao seu redor. Através de suas telas, a imaginação pode encontrar ou criar um novo mundo possível.

Michel Cena7 tem obras em acervos de instituições como o Museu Afro, o Museu de Arte do Rio e a Pinacoteca do Estado de São Paulo. Nesta última, participa atualmente também da exposição coletiva “Enciclopédia Negra”, onde artistas contemporâneos negros foram convidados a criar retratos de personalidades históricas negras. A exposição na OMA Galeria fica aberta ao público até o dia 14 de dezembro, com entrada gratuita.

A Fauna nº2

Compartilhar: