Letícia Lampert | RV Cultura e Arte

A partir de 26 de outubro, a RV Cultura e Arte apresenta, em formato presencial e online, o projeto Práticas para destrinchar a cidade, viewing room da artista gaúcha Letícia Lampert, com texto de Alejandra Muñoz.

Na exposição, Letícia apresenta obras que partem de fotografias em que captura a visão sempre barrada por construções, a proximidade sufocante entre prédios, a impossibilidade de ver o horizonte, comuns a tantos centros urbanos. A partir dessas imagens, a artista então inicia uma série de procedimentos, gestos lúdicos para desmontar um mecanismo complexo, como quem quer entender como algo funciona sem a certeza que saberá remontar depois. “Práticas para destrinchar a cidade” não é uma série fechada, mas uma investigação recorrente que vem se desdobrando em diversas micro séries e instalações que flutuam no mesmo eixo. Cada uma destas micro séries assume um gesto que a define: reordenar, subtrair, deslocar, expandir, mesclar, etc. Cada gesto se repete como forma de interferir nas fotografias, ou como diferentes tentativas de ver e compreender a cidade”, comenta a artista.

Sobre a produção incluída no projeto, Alejandra Muñoz completa: “as fotografias de ‘Práticas para destrinchar a cidade’ – e esse título já denuncia uma intenção iconoclasta – são oriundas de um trabalho de bricolagem da realidade. São parte de um processo complexo, menos no aspecto técnico da execução de cada peça e mais pela articulação intelectual que perpassa a proposta. O resultado visual é um acúmulo de empenas mudas e fachadas irrelevantes, quase um arremedo dos sonhos do Movimento Moderno”.

Compartilhar: