LEMÚRIA – Art Experience | Kaaysá Art Residency

A Residência Artística Kaaysá tem o grande prazer de convidar para LEMÚRIA, uma exposição coletiva de instalações e intervenções artísticas como experiência ética e estética de inauguração de novos mundos possíveis. LEMÚRIA é para viver a experiência da arte além do lugar comum do cubo branco, através de uma apresentação que ocupa diferentes espaços da residência, com projeções, esculturas, fotografias, som e performance.

A catástrofe da pandemia Covid-19 instalou-se na sociedade, pela qual compartilhamos nosso respeito e grande pesar às incontáveis vítimas. A grave crise na saúde pública e integral dos cidadãos evidenciou a impossibilidade de retorno a qualquer “novo normal”, provocandoimportantes crises na percepção que tínhamos do mundo. As questões estruturais perpetuadas por um modelo de educação que privilegia a desconexão com a natureza e valoriza a razão e o domínio de um determinado saber, atualmente em ruptura e revisão dos processos históricos de organização da vida de todos os seres, categorizados como os “outros”. A imaginação de novas possibilidades de viver juntos e os modos de cuidar do futuro são o desejos que movem LEMÚRIA apresentando processos artísticos que reconhecem a frágil e interdependente existência na imensidão dos organismos vivos da Terra.

Com a suspensão das agendas e cumprimento das normas de segurança sanitária, a Kaaysá manteve-se em quarentena até setembro, quando reiniciou suas atividades com o programa Quem Somos Agora com curadoria de Bianca Bernardo e participação dos artistas Dandara Hahn, Nicolas Soares e Luisa Lemgruber. A proposta de LEMÚRIA nasce da colaboração entre as curadoras Ana Beatriz Almeida e Bianca Bernardo, convidando Lourdina Rabieh para compor, junto com os artistas do programa, um manifesto de poéticas em diálogo, apresentando narrativas biográficas e memórias ancestrais sobre lugares reais e ficcionais, expondo as diferentes camadas que sedimentam a história da humanidade, em seus processos de ocupação, deslocamento e transplantação em novos territórios.

LEMÚRIA é um continente cuja a própria existência desafia a ciência. Há uma polêmica que torna incerto a existência deste espaço geográfico, há ainda linhas de pensamento que acreditam que este tenha sido um momento da humanidade. Independente da resposta exata acerca destas perguntas, sabemos hoje que a humanidade organizada a partir dos pilares epistêmico que a definem encontra-se em declínio. A partir desta perspectiva, organizam-se ilhas identitárias correspondentes a projetos de mundo dos artistas residentes na Kaaysá. Este arquipélago formado por éticas e estéticas diretamente afetadas na construção do projeto ocidental de humanidade, que estão agora em colapso, compõe LEMÚRIA.

Fundada em 2017 a Kaaysá Art Residency apoia o desenvolvimento de pesquisas em arte contemporânea em diálogo com a Mata Atlântica, o Oceano Atlântico e os patrimônios materiais e imateriais de São Sebastião, uma das cidades mais antigas da costa brasileira a serem demarcadas pela empresa colonial. Somos uma organização autônoma, que contribui para as práticas artísticas tecendo redes de intercâmbios culturais, amplamente temáticos, com foco nas questões críticas atuais.

Durante seus 3 anos de atividades, Kaaysá orgulhosamente acolheu mais de 200 artistas em residência. A nossa celebração é um agradecimento carinhoso à cooperação e ao envolvimento de todos os artistas, curadores, colecionadores, vizinhos e amigos que nos inspiram a seguir adiante com confiança na legitimidade de nossa missão de fortalecer o papel dos agentes da arte e cultura no território de Boiçucanga, promovendo parcerias que ajudam no suporte e realização das ações de impulso da arte, da educação sócio-ambiental e intercâmbio local-global.

Compartilhar: