Larissa Camnev | Adelina Instituto

Dentes metálicos para beber o ar, Larissa Camnev

A artista visual Larissa Camnev apresenta a exposição “Esboços de um corpo intransigente”, a partir de 09 de fevereiro de 2021, 12h às 19h, na quinta edição do projeto Perímetros, organizado e curado por Mario Gioia, no Adelina Instituto, em Perdizes, em São Paulo. É a primeira individual da artista campineira, centrada no próprio corpo, usando da fotoperformance, desenho, colagem e fotografia para referenciar a moda e a arquitetura.

São apresentadas obras de diversas séries, assim como Exercícios para se afirmar no espaço, base do mestrado na PUC Campinas – acerca do corpo mediado por instrumentos e elementos; em As curvas que vestem meu corpo, Camnev usa as curvas dos vestíveis como ponto de partida para ações entre os elementos da modelagem plana e estruturas tridimensionais; Daquele que molda e é moldado, imagem que serve de intróito ao espaço expositivo principal e sua obra mais recente.

“Adentrar o universo construído por Larissa Camnev é um périplo tão fascinante quanto de riscos, ruidoso e de tom crispado. E toda essa jornada é por vezes tão cotidiana e imediata”, afirma Mario Gioia, organizador e curador do projeto Perímetros.

Quarentena criativa

Durante o período de quarentena por conta da Covid 19, em 2020, a artista produziu consideravelmente, sendo que três séries (Fio Setenta, que compõe um vídeo e foto-performances, Ensacar e Dentes metálicos para beber o ar, que são uma sequência de foto-performances) estão presentes na mostra. Participou também de duas exposições acerca da temática da pandemia, como o 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online, no Rio de Janeiro e foi contemplada pelo edital do Itaú Cultural – Arte como Respiro: múltiplos editais de emergência – Artes Visuais.

“Produzir durante a pandemia reverberou nas questões relacionadas à escassez de material, no início tive que fazer uso do que já possuía no ateliê, como meias-calças, tecidos, etc, e também diante da condição de permanecer restrita ao meu apartamento, evocando outras relações corpóreas espaciais”, afirma Camnev, que é filha de estilista/modelista, neta de modista e bisneta de tecelã.

Sobre o projeto Perímetros

Com organização e curadoria de Mario Gioia, o projeto Perímetros visa aproximar artistas emergentes de produções consistentes fora da cidade de São Paulo ao circuito paulistano através de exposições individuais. A seleção de artistas busca variedade de linguagens, origens e abordagens, porém sempre dando prioridade ao ineditismo e verticalidade do que é exposto.

Compartilhar: