José Alberto Figueroa | MAC Niterói (online)

Sucesso em São Paulo e na capital federal, a exposição ‘Um Autorretrato Cubano’, de José Alberto Figueroa, chega ao Rio em formato inédito para temporada online e gratuita, com curadoria de Cristina Figueroa. O projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc na chamada “Retomada Cultural” e ainda contará com uma série de lives relacionadas à exposição, com datas ainda a serem divulgadas.

Completando 115 anos desde que foram estabelecidas relações diplomáticas entre Brasil e Cuba, a exposição reúne 69 fotografias, que vão desde a década de 60 até os dias atuais. Conhecido por registros que ilustram questões sociais e políticas de Cuba, Figueroa é considerado um dos precursores da fotografia conceitual, tanto em seu país de origem como em toda a América Latina.

José A. Figueroa se formou em fotografia na década de 60, quando já trabalhava como assistente no estúdio de Korda. Especializado em publicidade e moda, com o tempo passou a desenvolver uma carreira versátil, atuando, inclusive, como correspondente de guerra em Angola.

Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc apresentam: UM AUTORRETRATO CUBANO

Acesso pelo site: http://culturaniteroi.com.br/macniteroi/

Compartilhar: