Iván Navarro | Luciana Brito Galeria

“Desvanecer” é a segunda exposição individual de Iván Navarro na Luciana Brito Galeria e apresenta uma instalação de néon na parede principal do espaço expositivo. Luzes e cores atraem nossos olhares e despertam os sentidos para um espaço simbólico infinito. A ilusão de perspectiva se dá através dos “pontos de fuga”, colocando-nos diante da incerteza do que é de fato real. Dessa forma, o que vemos é um paradoxo aparente, onde a geometria provoca a sensação de aumentar o ambiente, ao passo que engole qualquer imagem disposta na sua frente, fazendo desaparecer, desvanecer.

Iván já havia trabalhado com esse mesmo conceito em 2009, na 53a Bienal de Veneza, onde mostrou portas de alumínio que proporcionavam um efeito similar. Diferentemente dessa ocasião, em “Devanecer” as obras funcionam como janelas, tornando a experiência mais visual do que corporal. Para Iván, é fundamental a forma como percebemos os diferentes padrões de cores néon e tamanhos das caixas luminosas e como alteram, metaforicamente, o espaço em que se encontram.

A repetição de padrão pensada para a sala expositiva encontra uma complementação importante na instalação “Water Tower” (2014), posicionada na área externa da galeria. A obra traz a imagem de uma escada sem fim encontrada do recipiente de madeira, teoricamente produzido para a armazenar água. Como parte da série “This Land is Your Land”, a obra convida o público a se posicionar embaixo da caixa d’água e observar o que há dentro dela: um caminho para o infinito.

Compartilhar: