Ivald Granato | Sesc Belenzinho

O Sesc São Paulo realiza a exposição My Name Is IVALD GRANATO Eu Sou, na unidade Belenzinho. Com curadoria de Daniel Rangel, a exposição – que ocupa todo o Espaço Expositivo e Átrio – recebe visitantes até 26 de janeiro de 2020. O desenvolvimento da mostra contou com a intensa participação da família de Granato, principalmente da filha, a jornalista Alice Granato, que realizou a coordenação editorial da publicação e dirigiu as vídeo-entrevistas presentes na exposição.

Com mais de 500 obras e documentos, em suportes analógicos e virtuais, que mapeiam 50 anos de trajetória dedicada à arte, esta é a primeira mostra após o falecimento do multifacetado artista fluminense, em 2016, aos 66 anos.

A pintura é o eixo principal do conteúdo expositivo: são mais de 300, entre as dispostas no espaço físico e as distribuídas em galerias digitais, divididas a partir de vibrações cromáticas. Além das telas, desenhos, esculturas, arte postal, cadernos de artista, objetos, documentos e vídeos, em suportes analógicos e virtuais, dimensionam o seu legado.

“Ivald Granato possuía uma atitude roqueira que intervinha em quase tudo ao seu redor. Abordagens conectadas aos movimentos da história da arte, como o surrealismo, a action painting e a arte conceitual, a cultura pop e o estudo da cor. A mostra percorre a diversidade de sua trajetória, com uma narrativa delineada, sobretudo, por seu percurso como pintor”, comenta o curador Daniel Rangel.

Compartilhar: