Isidora Gajic | Silvia Cintra + Box 4

É com imenso prazer que apresentamos a segunda exposição individual de Isidora Gajic Sereias, na Galeria Silvia Cintra + Box 4. Nesta mostra especialmente pensada para a galeria, a artista expõe onze fotografias e um político impressos sobre seda: o mais recente material que a artista vem experimentando, conferindo às suas delicadas imagens uma nova forma, viva, móvel e flutuante. Um mar agitado, sirenes e medusas nadando, ondas espumantes, uma brisa, um céu giratório. Suas imagens estão firmemente fundamentadas em elementos básicos: água, fogo, ar e terra, mas, ao mesmo tempo, anseiam por algo etéreo e de outro mundo: estrelas, universo e céu.

De acordo com Paulo Sérgio Duarte, – em seu texto crítico sobre a série – “As Sereias de Gajic escapam de qualquer mitologia; seja a grega, as mulheres voadoras cujo canto enlouqueciam os marinheiros; seja a nórdica, lindas mulheres metade peixe, narcisistas – adoravam um espelho. Essas fotos são partituras diferentes, elas se opõem sem brigar. São musicais, sem dúvida alguma. Contrastam e nas imagens díspares evocam diferentes momentos da modernidade. Mas têm uma particularidade que as fazem únicas: engana-se quem estiver observando fotos sobre seda. A seda não é um suporte, é protagonista tão importante quanto as imagens emulsionadas. E isso tudo transforma. Emancipada, a seda vem com sua longa história, lá do extremo oriente, nos fazer ver o que nunca tínhamos visto. Com sua leveza e textura únicas, as imagens literalmente flutuam diante de nossos olhos”.

Esse mundo criado pela fotógrafa é confrontado com a interação ou interferência humana por meio de imagens de mãos, rostos e objetos pessoais. Gajić está explorando simultaneamente temas como a energia feminina, o nascimento da natureza, a cultura, os humores cotidianos, os contos de fadas e o tempo. A abordagem de Isidora Gajić às imagens é visualmente poética, com o objetivo de transformar emoções e relacionamentos em fotografias. O momento em que uma imagem é capturada é apenas o nascimento de um processo sofisticado e transformador no qual as imagens se tornam mais do que fotografias.

Isidora Gajić nasceu em 1988 em Belgrado, Sérvia, e cresceu na Hungria e na Suíça. Após concluir o ensino médio, mudou-se para a Holanda, onde obteve um BFA (Bacharelado em Belas Artes). Em 2012 mudou-se para o Rio de Janeiro, Brasil, onde vive e trabalha até hoje. As exposições individuais e duplas em destaque são: Sirènes, Impressões em seda, Simone Klein Showroom Fotografie, (Colônia, Alemanha, 2022); Flutuações, Galeria Silvia Cintra Box 4, (Rio de Janeiro, Brasil, 2020); Exposição dupla com Miguel Rio Branco, Habaneras, (SESC Quitandinha, Brasil, 2019-2020); Teias e Tramas , Galeria Gabriel Wickbold, (São Paulo, Brasil, 2016); Exposição dupla com Miguel Rio Branco; Swann’s Way, Estudio 321, (São Paulo, Brasil, 2015) e as coletivas: Exposição de outono, Pavillon des arts Cvijeta Zuzoric, (Belgrado, Sérvia, 2020- 2021); Apresentação do livro Ecume – Grand Palais- (Paris Photo, França, 2018); 2º Inspira Ocupa, (Petrópolis, Brasil, 2018); Inspira Ocupa, (Petrópolis, Brasil, 2017); Galeria Mul.ti.plo; Solar. (Rio de Janeiro, Brasil, 2017); Galeria Silvia Cintra Box 4, (Rio de Janeiro, Brasil, 2017); Galeria A2 + Mul.ti.plo, (Petrópolis, Brasil, 2016); Olhar Feminino; (SESC Quitandinha, Petrópolis, Brasil, 2016); Westergasfabriek, (Amsterdã, Holanda, 2015); Centro Cultural “Grad”, (Belgrado, Sérvia, 2014); Exposição FotoFactrory, (Amsterdã, Holanda, 2013); Exposição da Residência ISSP, (Kuldiga, Letônia, 2013)

Compartilhar: