Ignacio Gatica | Casa Nova Arte

Jovens promissores da cena latinoamerica o duo são expoentes de uma geração de artistas chilenos que questionam situações que vão além da arte política muito presente nas obras dos grandes nomes da arte contemporanea chilena como Alfredo Jaar, Ivan Navarro, Eugenio Dittborn, entre outros.
Esta nova geração propõe seguir adiante com suas produção criando um novo espaço para o pensamento estético e mais poético, buscando uma nova perspectiva social e politica através de pinturas, esculturas e instalações que foram criadas especialmente para dialogar com a situação politica do Brasil em contraponto com a do Chile.
“Midnight Mañana” – Ignacio Gatica
As obras que compõem esta exposição nos convidam a questionar nosso presente e futuro dentro de um cenário em que a linguagem verbal está fragmentada e em crise. Esta crise é o resultado de um desapontamento e exaustão, gerando slogans políticos falsos, publicidade enganosa com promessas e compromissos não cumpridos. É impossível escapar de acontecimentos políticos, eles geram indignação, mobilização e um estado de alerta. Também é impossível escapar de acontecimentos políticos domésticos para o nosso desgosto, bem como de quebras e separações que modificam e transformam nossas vidas diárias.
As obras em Midnight – Amanhã nascem dessa dicotomia; questionando a arte em tempos de incertezas. Esta nos sugere uma geografia pessoal e viva, aliadas a questões de como devemos enfrentar como indivíduos nossas próprias desilusões e anseios, a arte cumpre e também possibilita uma re-construção de um futuro a partir das novas experiências.
Ignacio Gatica (1988), Santiago do Chile. Vive Chile. Sua prática artistica parte da investigação sobre noções da paisagem urbana, da identidade, da linguagem e de um modernismo. Já expôs seu trabalho individual e coletivamente em diversos países como Chile, Colômbia, Argentina, Nova York e São Paulo. É fundador da Editora Popolet , atualmente com sede em Santiago do Chile. Entre as exposições em que participou estão: “Crónicas de lo Ajeno” ( Galería Gabriela Mistral ), “Bienal de New Media”, Santiago , Chile (2015) , “Nós Ninguem”, Casa Nova Arte São Paulo, Brasil (2015), “Romboy “, Flora Ars + Natura (2015) , “Hermiscambunalia” Galeria Die
Ecke (2014) “Bienal New Media” (2013) , Sub 30 MAC CHILE (2013). Museu Nacional de Belas Artes menos lumens fábrica em Itália (2013) 10 anos na galeria de arte contemporânea local ( 2013) Andes, Brooklyn New York (2009)*

Compartilhar: