Heloisa Hariadne | Galeria Leme

A força que é me alimentar de você enquanto estou comigo, 2021 | FOTO: Filipe Berndt

A Galeria Leme tem o prazer de apresentar a primeira exposição individual da artista Heloisa Hariadne.

Em Ouvindo o que se é para ser e estar presente nas cores da vida, Heloísa Hariadne expõe uma série de pinturas sobre as memórias que seu próprio corpo carrega. Nesse retrato íntimo de seus interesses – que passam pelo desejo de repensar a conexão entre o humano e natureza, a consciência alimentar, a biologia, a ancestralidade e o resgate de saber dos povos originários – a artista criar narrativas de um corpo poético que busca construir seus espaços de liberdade, contrapondo suas memórias afetivas às limitações dos registros históricos oficiais.

Atravessadas por uma profusão de cores e uma intensa repetição dos elementos expressivos de suas composições pictóricas; as pinturas são mediadas pela presença e ausência da figura humana. Aqui, o corpo assume, conscientemente, um papel subjetivo da elaboração da memória, que guarda em si gestos, oralidades, lembranças traumáticas, performances e repertório. Não obstante, na figura humana a gestualidade fica evidenciada, conferindo à ela um caráter expressivo, no qual a textura empregada acentua uma materialidade que traz à forma uma identidade própria cheia de complexidades e ambiguidades.

A exposição de Heloisa apresenta a importância de pensarmos a história como um processo perene de transformação, no qual para alcançar o futuro é necessário o resgate de algo que é anterior à nossa existência, buscando uma harmonia regenerativa entre corpo, memória, ancestralidade, natureza e o mundo estabelecido.

Compartilhar: