Gustavo Aragoni | Casarão Brasil

Durante dois meses, a convite do Casarão Brasil – Associação LGBTI, o artista visual Gustado Aragoni, da Lona Galeria, realizou uma investigação artística a partir da coleta de objetos, sobras e lixo pelas ruas de São Paulo e nas imediações da instituição, que fica na região central da cidade. O projeto “Ocupação: Casarão Brasil” chega agora à sua segunda fase com a exposição “Tra(u)ma”, intervenção que ocupa duas salas do Casarão a partir do dia 21 de outubro, com visitação gratuita aberta ao público.

Durante toda a primeira fase, o projeto gerenciado pela Lona contou com a colaboração de Clara de Cápua para registrar os fragmentos de experiências, práticas artísticas e vivências em vídeos, fotografias e desenhos. “Tra(u)ma” é a materialização das experimentações e dos registros visuais feitos ao longo do período de pesquisa e criação e traz itens que fazem parte do cotidiano da cidade. “A ideia dessa ocupação está associada à minha permanência e da Clara no espaço ao longo desses dois meses, quando fizemos a coleta e o registro artístico. Agora, estamos abrindo para o público interagir com as experimentações e vivências exploradas durante a primeira fase”, conta o artista.

A exposição “Tra(u)ma”, segunda fase do projeto “Ocupação: Casarão Brasil”, será aberta na quinta-feira, 21 de outubro, a partir das 14h. A visitação do público poderá ser feita de quarta a sexta, entre as 13h e as 19h, até 5 de novembro. O espaço fica na República e segue as recomendações das autoridades de saúde com distanciamento social, álcool em gel e uso obrigatório de máscara.

Compartilhar: