Guilherme Wisnik | EAV do Parque Lage

Professor na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e crítico de arte e arquitetura, Guilherme Wisnik, dará uma aula pública na quarta, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage sobre intuição trágica e repouso, com mediação de Ulisses Carrilho. A aula é parte da programação do seminário que integra a terceira edição do Prêmio Reynaldo Roels Jr., que acontece em parceria com o MAC-Niterói.
Sobre a aula:
Oscar Niemeyer: intuição trágica e repouso – Frequentemente interpretada como expoente de um hedonismo tropical e barroco, a arquitetura de Niemeyer, no entanto, pode ser interpretada como emblema de uma ruptura definitiva (moderna) com a unificação espacial barroca, individuando a arquitetura em formas isoladas e escultóricas. Daí o vazio impenetrável que envolve muitos de seus edifícios, como uma paisagem pintada por De Chirico.

Compartilhar: