Guilherme GAFI | Galeria TAL

“Soluções Duradouras”, é uma cidade imaginária reconstruída a partir das sensações que grandes metrópoles conseguem produzir. Um meio urbano elaborado pela memória e sensibilidade de seus visitantes. A partir da colagem mental que funda cidades dentro de indivíduos, curador e artista procuraram explicitar os movimentos plásticos que aproximam os sujeitos das imagens, sem que estas retratem exatamente o que se vê fora do espaço de galerias e museus contemporâneos.
Assim como é a pintura ou a memória, a cidade revela-se como uma assemblagem de materiais reunidos dentro de uma composição. O processo de Guilherme GAFI subverte a expectativa do observador de se encontrar com uma pintura que reproduz o mundo como ele é visto. O resultado desta pesquisa é uma obra que é a cidade, ao invés de simplesmente transformá-la em imagem.
GAFI cria sensações – impressões capazes de remeterem a vida urbana – ao se apropriar de materiais cotidianos à vida de qualquer cidadão de uma metrópole. Placas metálicas e chapas de madeira são a base sobre a qual as pinturas de Guilherme GAFI se desenvolvem, orientando a memória dos sujeitos a repensar uma presença inaudita destes materiais transformados em pintura. As telas do artista, por assim dizer, são o reflexo da vida e dos encontros imprevisíveis produzidos pelo hábito de se viver.
Os azuis de Guilherme podem ser céus assim como a cor laranja pode relembrar os impedimentos urbanos. Sendo manchas coloridas, livres da referencia da imagem, os matizes escolhidos comentam como a memória individual atravessa o olhar. Porque apenas através da percepção de cada um que se é capaz de acessar a pesquisa deste artista. As dobras em papel e folha metálica – materiais muito diversos em suas reações quando dobrados – reiteram a capacidade da memória de alterar a percepção por pequenas imprecisões.
Paulo Gallina, 2017

Compartilhar: