Francisco Brandão | Refresco

A Refresco apresenta a primeira exposição individual resultante da Chamada Aberta 2020, do artista Francisco Brandão e curadoria de Anderson Oliveira.Os objetos constroem narrativas em primeira pessoa e estabelecem cenários.

Piões, peteca, brinquedos e outros jogos – com eles rememoro fases da descoberta do uso na infância. Estabeleço uma curiosa comunicação entre objetos que, por ambiguidades, deslocam-se em diálogos e restabelecem novas memórias sensoriais, criam outras narrativas para o “cotidiano”.

Filtros, copos, xícaras, ralador, porta, faca, etc.

Agora inúteis, os Abjectos maquinam um contra-ataque à ação. Pela ação subversiva, surge um novo lugar e práxis para os corpos dissidentes. Apesar disso, os Abjectos se impõem como coisas que habitam mais de uma realidade: identidades múltiplas

Nesse tipo de discurso caótico da palavra em matéria, converso e busco o encontro. Me encontro.

O objeto também é corpo!

Francisco Brandão é pesquisador, artista visual e cenógrafo. Vive e trabalha entre o Rio e Juiz de Fora.

arte: @ccccproenca

Apoio:
Praya
Sui
Despina

Compartilhar: