Escrita e Imagem na Arte Contemporânea Brasileira | Atelier Cultura

Atelier Cultura reúne, em plataforma on-line, Produtora, Editora e Cursos livres, promovendo a formação e o intercâmbio entre profissionais que atuam nas áreas da arte, cultura e educação

Até 10% das vagas dos cursos livres vão se destinar a alunos bolsistas. Endereço da plataforma é www.ateliercultura.com.br

Com a pandemia, inúmeros pequenos empreendedores do setor cultural se viram em uma situação econômica delicada, por conta do adiamento ou cancelamento de projetos. Ainda sem uma perspectiva para retomada dessas atividades, o setor tem buscado se reinventar por meio de projetos voltados para o ambiente on-line. Frente a essa situação, Ana Hortides e Joana Nantes, parceiras na Atelier Produtora, viram a necessidade de um “espaço” que pudesse auxiliar esses profissionais na formação e no intercâmbio de saberes para sua capacitação. Surgia aí, a “Atelier Cultura”, uma plataforma on-line com cursos livres voltados para as demandas desse público específico e, que, além disso, também abrigasse uma editora, para a divulgação e publicação de e-books de arte e cultura gratuitos.

“Com a diminuição do volume de trabalho por conta da pandemia, começamos a pensar em opções para nos reinventar. E vimos que muitos colegas estavam na mesma situação. Diante disso, surgiu a ideia de transformar a Atelier Produtora em uma plataforma que pudesse oferecer cursos livres com certificação e também que pudéssemos colocar em prática um sonho antigo de ter uma editora”, relata Joana Nantes, consultora de pesquisa e conteúdo da Atelier Cultura.

A Atelier Cultura oferece também bolsas integrais para alunos de instituições públicas de ensino: “Quando criamos a plataforma, uma de nossas grandes preocupações era como promover o acesso do nosso conteúdo aos mais diferentes grupos. Por isso, destinamos até 10% das vagas de todos os nossos cursos para bolsas integrais”, relata Ana Hortides, coordenadora de criação e desenvolvimento da Atelier Cultura. Para concorrer a essas vagas é preciso observar as orientações do edital e preencher a ficha de inscrição, ambos encontrados no site da Atelier.

As temáticas dos cursos são variadas, pensadas a partir dos eixos formação, produção cultural e editoração gráfica e com a opção das modalidades ao vivo ou gravados, esses últimos com acesso de até três meses ao conteúdo pelos alunos. As plataformas utilizadas para as aulas são o Zoom e o Hotmart, de fácil navegabilidade e acesso aos usuários.

A Atelier Cultura conta com professores que possuem carreira reconhecida em suas áreas de atuação e que irão compartilhar seu conhecimento por meio de um método pedagógico dialógico. “A parceria estabelecida com outros profissionais da cultura, arte e educação, é também uma possibilidade para que essas pessoas possam ter uma fonte de renda alternativa, nesse momento de pandemia, ao oferecer os cursos”, destaca Joana Nantes.

O primeiro curso com inscrições abertas é o “Escrita e Imagem na Arte Contemporânea Brasileira” ministrado por Thiago Grisolia, poeta e pesquisador nas áreas de arte e letras. Com início para 3 de setembro, o curso tem como público-alvo poetas, artistas visuais, estudantes de artes ou letras, curadores e críticos de literatura e/ou artes, além de outras pessoas com interesse no tema. Dividido em quatro módulos, o curso apresenta um panorama crítico, teórico e experimental sobre obras de arte contemporânea brasileiras, que trabalham na zona fronteiriça entre imagem e palavra, vislumbrando a um “campo expandido da poesia”.

“Acho que o ponto de partida principal das minhas aulas é que vou trabalhar o tempo todo com obras de artistas em toda temática que será abordada, ou seja, a obra não vai auxiliar ou apoiar um conteúdo, mas a obra é, por ela mesma, o conteúdo. São artistas que, além de uma produção visual, possuem também uma produção teórica, que vou utilizar de modo dialógico durante os módulos. São obras, por exemplo, de Wlademir Dias-Pino, Mira Schendel, Leila Danziger, Lenora de Barros, Joana Cesar e Marilá Dardot. Quero trabalhar a linguagem híbrida entre a produção visual, poética e teórica dessas pessoas”, explica Thiago Grisolia.

Thiago foi curador, dentre outras, da exposição “À mercê do impossível – Ana Cristina Cesar” na Caixa Cultural (2017) e é autor do livro de poemas “bestiário da fauna do presente”, pela Editora Urutau (2018).

Outros dois cursos com início para outubro e novembro, respectivamente, são “Curadoria e história das exposições”, com Bruna Costa e Vitor Gomes, e “Instagram para artistas visuais”, com Fernanda Guedes e Joana Nantes. Sobre este último, Ana Hortides, aponta: “eu sou artista visual e observo como muitos de meus colegas ainda têm uma certa dificuldade em lidar com todas as possibilidades que a internet detém para divulgação dos nossos trabalhos. Com a pandemia e o inevitável distanciamento social, vimos o quanto é necessário atuarmos em rede”.

Compartilhar: