Eduardo Kac | MoMA

Pioneiro da arte digital, Eduardo Kac, um dos mais destacados e inventivos artistas visuais brasileiros, terá quatro obras expostas na grande abertura das novas galerias de exposição do Museum of Modern Art(MoMA), em Nova York, EUA, no dia 21 de outubro. Os trabalhos foram produzidos na década de 1980 e fazem parte do acervo do museu.

Dentre as obras apresentadas estará o poema digitalReabracadabra, o primeiro trabalho online do artista, concebido em 1985 para ser exibido em um terminal Minitel (sistema pré-internet). No trabalho, uma palavra de ressonância cabalística é apresentada como um monólito galáctico, seguindo os modelos atômico e planetário, nos quais a vogal é o núcleo (planeta) e as consoantes são partículas em órbita (luas).Reabracadabra apresenta uma das poucas imagens tridimensionais criadas no Minitel”, conta Eduardo Kac, que diz, ainda, que Reabracadabra é um neologismo. Basicamente, significa Abracadabra novamente. Em português, este título incorpora a palavra ‘reabra’, que significa ‘reabrir’.

Além deReabracadabra”, também serão apresentados três trabalhos criados no contexto do Movimento de Arte Pornô. São eles: o livro de artista “Escracho” (1983) e os poemas visuais CRy$& (1980) e Overgoze(1981). O Movimento de Arte Pornô foi um movimento de arte experimental iniciado pelo artista no Rio de Janeiro e que durou, como um intervencionismo programático, dois anos, de fevereiro de 1980 a fevereiro de 1982. Foi o último movimento de vanguarda organizado na arte e na poesia brasileiras”, afirma Eduardo Kac. O Movimento de Arte Pornô começou como um movimento poético e rapidamente expandiu-se para outras áreas, subvertendo as normas estéticas em diferentes meios, desestabilizando as convenções que regem a experiência cotidiana e dando forma a novos modos de ser e estar no mundo”, diz o artista, ressaltando que “o Movimento de Arte Pornôsubverteu a lógica da pornografia convencional para ao mesmo desenvolver uma nova linguagem artística e inventar configurações alternativas de ação política” — antecipando, assim, as formas contemporâneas conhecidas como queer aesthetics e post-porn. O Movimento de Arte Pornô explorou, particularmente, a relação entre corpo e linguagem.

Compartilhar: