“Cosmocinema” | Galeria Aymoré

Mostra celebra 50 anos do encontro entre Hélio Oiticica e Neville d’Almeida

A Galeria Aymoré reabrirá as portas na próxima sexta, dia 16 de outubro, trazendo ao público uma exposição inédita e imersiva. A “Cosmocinema” mostra um diálogo entre os trabalhos do artista plástico Hélio Oiticica e do cineasta Neville d’Almeida, amigos e parceiros na construção das instalações. Serão exibidas a instalação “Cosmococa 3” (1973-74), inspirada em Marilyn Monroe e inédita no Brasil, e os filmes “Mangue Bangue” (1971), “Navalha na Carne” (1997) e “Jardim de Guerra” (1970), que será visto na íntegra, com o trecho censurado durante o período da ditadura.

A “Cosmocinema” celebra os 50 anos do encontro entre Oiticica e Neville, que aconteceu em Nova York durante os anos 1970, quando realizaram trabalhos conjuntos. As obras expostas mostram o desenvolvimento dessa parceria, começando com o filme “Jardim de Guerra”, que instigou o encontro dos dois, até o momento em que começaram a criar as Cosmococas juntos. As Cosmocapsulas, filmes criados pela dupla dentro das Cosmococas, também fazem parte da mostra.

“Há 50 anos um encontro mudou a história da arte e do cinema. Na premiere do filme Jardim de Guerra de Neville D’almeida, Helio Oiticica apareceu , levado por Waly Salomão. Tres anos depois, eles criaram um Programa in Progress que foi batizado de COSMOCOCA. Esse encontro cósmico continua vibrando até hoje e mais um desdobramento dele se dará na expo Cosmocinema”, afirma Cesar Oiticica Filho

“Buscar as obras imersivas do Oiticica, principalmente a Cosmococa feita em parceria com Neville, nesse momento pandêmico e de conturbação política, é quase que imperativo. O trabalho foi feito há 50 anos, mas continua sendo extremamente contemporâneo e necessário, ainda mais para um momento de isolamento social, sendo a obra uma grande representação do contato e da parceria física”, afirma Gabriela Davies, curadora da Galeria Aymoré.

De modo a respeitar as restrições colocadas pela pandemia e promover maior imersão nas instalações, a visitação deverá ser agendada previamente no site da Galeria Aymoré e restrita a 6 pessoas por hora.

Compartilhar: