#asMulheresQueMeHabitam | Unibes Cultural

A Unibes Cultural, em parceria com o coletivo ASAS.br.com, exibirá no espaço cultural da Linha da Cultura, na estação Clínicas do Metrô, a mostra #asMulheresQueMeHabitam, de 07/10 a 29/10. Trata-se de uma exposição de histórias reais de mulheres, contadas por homens e transformadas em poesias, que relatam os atributos das mulheres: força, coragem, determinação, perseverança. Sob a ótica masculina, as poesias revelam a potência que são as mulheres. A exposição faz parte da programação especial em alusão ao “Outubro Rosa” da Unibes Cultural, para dar visibilidade à importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

A exposição #asMulheresQueMeHabitam conta histórias inspiradoras que ainda servem como contraponto diante de uma pequena parte da sociedade mais antiquada e patriarcal, que ainda tenta reduzir o espaço das mulheres ou rebaixá-las com ações machistas e misóginas. Condutas que não devem ser aceitas e não cabem mais no mundo atual. A mostra pretende abrir esse diálogo e contribuir com a reflexão sobre o olhar masculino potencializado pelo feminino.

Hoje em dia, a desigualdade de gênero ainda pode ser constatada nas relações de trabalho e cargos, nas diferenças salariais, na atuação política, entre tantas outras situações. A exposição traz histórias contadas por meio das poesias, são de rapazes que apresentam e visualizam suas mães, em si mesmos e na relação com outras mulheres em suas vidas. Além desta exposição, a Unibes Cultural também promove uma live com as protagonistas da mostra #asMulheresQueMeHabitam e da exposição “Amanhã Serei Raíz”. A live está marcada para o dia 25/10.

De acordo com Bruno Assami, idealizador e diretor executivo da Unibes Cultural, a cultura tem um poder transformador e a exposição e a live servem como instrumento de informação. “Importante buscar a equidade de gêneros, o equilíbrio nas relações. A mostra traz essa perspectiva, relatando mulheres sob a ótica de homens. Todo homem possui essa relação com mulheres que o habitam. E a live também faz parte dos eventos ao mês de outubro que busca conscientizar sobre o câncer de mama”.

Compartilhar: