Apresentação do Galpão397

O Ateliê393 abre suas portas para apresentar o Galpão397, o novo nome que temos usado a partir da ocupação do espaço todo. Essa ampliação tem possibilitado a troca entre diferentes artistas, profissionais e moradores do bairro dentro e fora do galpão. O evento acontece das 14h às 20h e contará com diversas atividades ligadas aos grupos, residentes e artistas que ocupam o espaço.

O tempo de vida dos espaços independentes, das revistas, dos coletivos talvez nada diga sobre sua qualidade e os diálogos que estabeleceu. Todos esses equipamentos culturais estão sujeitos a desaparecer porque a cultura é sempre um campo de batalha. Por outro lado, cada espaço que sobrevive tem uma razão de ser, uma inserção na discussão e uma decifração do mundo contemporâneo que precisamos entender. A continuidade, pode-se dizer, é mais um teste de validação. As gestoras Carollina Lauriano, Bianca Mantovani, Tania Rivitti e Ana Elisa Carramaschi decidiram aceitar passar por esse teste. E para isso isso têm criado uma série de projetos e atividades para que o Ateliê397 siga na ativa.

A residência artística Temos Vagas! faz parte das comemorações dos 15 anos de resistência e existência do Ateliê397. A programação conta com uma série de ações integradas que visam propor uma imersão dos artistas selecionados. Na ocasião, os ateliês dos 12 artistas residentes – Ana Matheus Abbade, Carlota Mason, Dora Smék, Gayle Forman, Jonas Arrabal, Ju Bernardo, Julia Ângulo, Maria de Los Vientos, Monique Huerta, Paul Sétubal, Pamella Anderson e Rebeca Yun Hee Pak – estarão abertos para que o público entre em conatto com a pesquisa e processos que estão sendo desenvolvidos no espaço.

O Vozes Agudas é um desses projetos que tem continuidade no Ateliê397. Com um ano e meio de existência, o grupo se reúne semanalmente e agora apresenta seu podcast e uma exposição que dialoga com as entrevistas realizadas. O nosso diferencial é sermos um grupo de mulheres que busca dar visibilidade ao trabalho de profissionais do campo da arte. No domingo, o grupo realiza a abertura da exposição “Vozes Agudas: nosso corpo, nossa voz”, com obras das artistas Ana Teixeira, Fabiana Faleiros e Virgínia de Medeiros, celebrando o lançamento do podcast “Vozes Agudas”. As artistas são as três primeiras convidadas do podcast, que fala sobre o lugar da mulher no campo da arte.

Está também no galpão a Escola da Floresta, um espaço de ensino e aprendizagem criado pelo artista Fábio Tremonte. Para a inauguração da escola no Galpão397, contaremos com a participação dos artistas do coletivo Bijari, com exposição no Varal, a Biblioteca emprestada do crítico e curador Leonardo Araújo e o artista Gustavo Torrezan apresenta a Rádio Livre e a Escola da Encruzilhada.

Finalizam as comemorações dessa reabertura o Open Studio 397, com a participação dos artistas com ateliê fixo no espaço. Adriano Franchini, AMNA Filmes, Ana Elisa Carramaschi, Luana Lins, Maria Fernanda Simonsen, Mariana Herrerias Reis, Rodrigo Ferrarezi, Sol Casal, Veridiana Mana e Vinícius Maffei estarão com seus ateliês abertos e trabalhos expostos no espaço.

Compartilhar: