Antônio Poteiro | CCBB BH

De 15 de janeiro a 30 de março, o CCBB BH abriga a exposição “Poteiro, o Popular e o Público”. A mostra inédita traz para Belo Horizonte 30 obras do artista multidisciplinar português Antônio Poteiro. Além das peças que perpassam a vasta produção do autor, o público terá acesso, pela primeira vez, a fotografias do arquivo pessoal do artista junto a personalidades da cena cultural brasileira, como Burle Marx e Jorge Amado.

Com curadoria de Leno Veras, ele provoca um diálogo entre o crítico e o artista ao jogar luz sobre as questões levantadas pelas obras de Poteiro.  A discussão é trazida por episódios da história, traduzidos por meio das cores e formas livres da representação pictórica conhecida como cultura popular. A estética de Poteiro emerge da linguagem dita “primitivista” e abriga temas nada “ingênuos” (naïf), como na série em que a colonização brasileira é revisitada, da chegada das naus quinhentistas à construção de uma capital modernista.

Criador de um repertório narrativo amplo e diverso, Poteiro articula religiosidades e folclores, histórias e memórias, experiências e oralidades, em contínua construção de uma panorama da integração dos imaginários das civilizações que aqui convergiram, postulando um eixo discursivo que interconecta práticas dissociadas na produção erudita que, sobretudo por meio da pintura acadêmica, tardou em contemplar tais processos de integração.

Compartilhar: