Angelo Venosa, Eduardo Coimbra, Iole de Freitas, Nuno Ramos e Waltercio Caldas | Chácara do Céu

Obras de Angelo Venosa, Eduardo Coimbra, Iole de Freitas, Nuno Ramos e Waltercio Caldas estão em exposição no Museu Chácara do Céu, de 25 de setembro a 25 de novembro. O conjunto de trabalhos é fruto de uma parceria entre os Museus Castro Maya e a Mul.ti.plo Espaço Arte. A ideia foi gerar múltiplos concebidos por uma seleção de cinco artistas que possuem obras em exposição permanente no Museu do Açude.

Cada artista criou uma série de 15 esculturas de pequeno formato e livre inspiração. Angelo Venosa desenvolveu uma peça em bronze que, assim como sua obra permanente no Museu do Açude, tem relação com a natureza e parte de um molde impresso digitalmente. Com sua capacidade de dar à imagem uma qualidade escultórica, Eduardo Coimbra criou um díptico composto de caixas de luz feitas de aço e fotografia, lembrando o efeito ótico de um retrovisor. Em seus múltiplos, elaborados a mão, um por um, Iole de Freitas buscou referências na série de grandes instalações expostas na Casa Daros, CCBB, Iberê Camargo e no próprio Museu do Açude, usando o mesmo material utilizado nas obras de lá (policarbonato e aço inox). O trabalho de Nuno Ramos faz uma reverência à Nelson Cavaquinho, unindo a arte popular à alta cultura dos dicionários. Com base nas premissas do seu “Manual da Ciência Popular”, Waltercio Caldas criou um inusitado “aparelho de funcionamento simbólico” ou de “sugestões poéticas”, que será montado pelo próprio espectador, a partir de instruções.

“As obras são um tributo ao espetacular conjunto de obras permanentes que habita o espaço externo do Museu do Açude, que adota a perspectiva de patrimônio integral, aliando o patrimônio cultural ao natural”, diz Vera de Alencar, diretora dos Museus Castro Maya – Ibram – Ministério da Cidadania. Os múltiplos foram lançados no Museu do Açude, em 15 de setembro, e também na ArtRio, no estande da Mul.ti.plo Espaço Arte, em 18 de setembro. Até 25 de novembro, os objetos podem ser vistos de perto na Chácara do Céu, em Santa Teresa.

Compartilhar: