Tec lança novo trabalho que mescla intervenção urbana e tecnologia drone

Exposição Projeto Pipa do artista argentino estreia dia 11 de abril no Instituto Eduqativo da galeria Choque Cultural

Com curadoria de Paulo Portella, ex-coordenador do Serviço Educativo do Masp, a exposição irá contar com as filmagens produzidas pelo drone, além de uma série de fotografias das pipas e ainda um documentário sobre o processo de trabalho. O espaço fica aberto para visitação até o dia 30 de maio.

Ícone da arte urbana, Tec volta a expor na galeria Choque Cultural com o inédito Projeto Pipa, série com intervenções realizadas em ladeiras do bairro de Americanópolis (SP). “Estava à procura de ladeiras na capital paulista, quando um amigo falou sobre esse bairro. A geografia do lugar era ideal para este tipo de trabalho que tem como suporte o asfalto. As ladeiras eram muito íngremes e extensas”, conta.
Idealizadas em grandes proporções, as obras de Tec são registradas em fotos em perspectiva.

Desta vez, ele inova e se apropria da mais alta tecnologia para realizar seus registros: o drone. “Há tempos estou de olho nesta aeronave não tripulada. Essa nova ferramenta tecnológica permite ao ser humano observar paisagens em diferentes perspectivas”, explica. Em parceria com a empresa Avant Dones, de Bruno Teles e Rodrigo Osorio, Tec fez uma série de curtas metragens mostrando os desenhos em formato de pipa. “É uma nova maneira de ver minhas figuras no chão. Visto de cima os desenhos ganham novos contornos”, conta o artista que pode ser considerado um dos pioneiros em misturar arte com a tecnologia do drone.
A escolha pela temática das pipas dialoga, sobretudo, com o logradouro escolhido por Tec para o projeto. “É hábito empinar pipa naquele bairro. E, além de fazer parte da paisagem do local, soltar pipa é uma das atividades de lazer mais praticadas por lá, sobretudo pela criançada”.

Sobre Tec

Nascido em Córdoba, Argentina, Tec reside em São Paulo, onde já desenvolveu trabalhos de intervenção urbana com suporte em asfalto, como o homem gigante na Avenida Paulista e bichos – lagartixa, rato, peixes – em Perdizes. Formado em desenho gráfico pela Universidade de Buenos Aires, Tec integrou o coletivo artístico FASE e também contou com exposições individuais nos dois países. Reconhecido internacionalmente por sua participação na mostra coletiva De fora para dentro realizada no Museu de Arte de São Paulo (MASP), Tec teve sua aparição massiva durante a abertura da Copa do Mundo 2014 com um mosaico digital intitulado Bandeirão de Todo Mundo, na cerimônia inaugural na Arena Corinthians.

Serviço
Eduqativo, instituto da galeria de arte Choque Cultural – Rua Capitão Salomão, 26, 1ºandar.
Telefone: (11) 3227-2024.
Abertura: 11 de abril, sábado, às 18h.
Período expositivo: de 11 de abril a 30 de maio.
Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 11h às 18h.
Entrada: livre.
Mais informações: www.institutochoquecultural.org.br/#oinstituto

www.tecalbum.com
www.facebook.com/tecalbum?
www.instagram.com/tecfase
www.flickr.com/photos/tectec

Compartilhar: