Sp-Arte Foto 10 anos

© © Pinakotheke

© © Pinakotheke

Vem aí a 10ª edição da SP-Arte/Foto de 24 a 28 de agosto. Veja abaixo programação completa e galeria de imagens dos principais artistas e galerias que participam dessa edição.

Criada em 2007 a partir da SP-Arte – Feira Internacional de São Paulo que inseriu a capital paulista e o Brasil no calendário internacional das artes –, a SP-Arte/Foto firmou-se como a principal Feira de Fotografia do circuito brasileiro, ao apresentar e estabelecer tendências do mercado de fotografia. Essa história chega agora à 10ª edição, no JK Iguatemi, em evento que reúne as principais galerias do setor no país.

Em 2016, a Feira cresce e traz novas galerias: Andrea Rehder, Biographica, Blau Projects, Luciana Caravello e Pinakotheke. Também marcam presença no evento Casa Triângulo, FASS, Gávea, Luciana Brito, Millan e Vermelho, tendo no catálogo destaques do Brasil e do mundo, com representantes modernistas e contemporâneos; as galerias Babel, Lume e Portas Vilaseca, focadas na contemporaneidade; a Fólio e Schoeler, voltadas aos fotolivros.

A Feira

Ao longo dos últimos dez anos, a fotografia conquistou diversas plataformas e suportes, confirmando-se como uma das linguagens mais predominantes da vida contemporânea. Nesse movimento, a SP-Arte/Foto abriu espaço para galerias e artistas que trabalham a prática fotográfica de maneira criativa e contundente, muitas com novas formas de impressão, e em diálogo vivo com outras linguagens. Além disso, trouxe novamente à cena os principais nomes do modernismo brasileiro, como os do integrantes do Foto Cine Clube Bandeirante – responsáveis pela construção de uma estética em foto.

Ao longo dessa trajetória, a SP-Arte/Foto recebeu mais de 80 mil visitantes. Já passaram pela Feira grandes nomes do cenário nacional e internacional, de artistas como Claudia Andujar, Caio Reisewitz, Hildegard Rosenthal, Miguel Rio Branco e Rochelle Costi a curadores e especialistas como Jean-Luc Monterosso (Maison Européenne de la Photographie), Mark Lubell (Magnum Photos), Peter MacGill (Pace/MacGill), Shoair Mavlian (Tate Modern), passando por artistas internacionais da força de Elliott Erwitt, José Manuel Ballester, Martin Parr, além de pesquisadores, críticos, jornalistas e entusiastas da fotografia. “Esse diálogo entre o Brasil e o mundo foi a nossa grande conquista nos últimos anos da SP-Arte/Foto e manter o país em evidência é um dos desejos para as próximas edições”, afirma Fernanda Feitosa, fundadora e diretora da SP-Arte/Foto. Fernanda pretende manter a Feira focada em galerias nacionais: “A SP-Arte/Foto encontrou seu formato ideal. A razão de sua qualidade reside justamente na diversidade que ela traz num seleto grupo de galerias”.

Até aqui, a SP-Arte/Foto já apresentou relevantes mostras individuais, criadas especialmente para o evento. Em 2008, ocorreu a Fragmentos do Modernismo na Fotografia Brasileira no stand da Galeria Bergamin, com curadoria de Iatã Cannabrava; em 2013, Paulo, José e Ademar | 3 modernos teve curadoria dividida entre Cannabrava e Isabel Amado, com fotografias vintage dos anos 1950-60 no Brasil; em 2014, a individual de João Castilho fez parte da série contemplada pela Bolsa de Fotografia ZUM; e em 2008 e 2015, a galeria FASS destacou trabalhos de Jean Manzon, pioneiro do fotojornalismo.

Em suas mais recentes edições, a Feira buscou expandir seus limites e renovar a experiência com o público por meio de múltiplas iniciativas. Os lançamentos de livros destacaram artistas como Bob Wolfenson, Claudia Jaguaribe, Cassio Vasconcelos, German Lorca e Pedro Martinelli; as séries de debates puseram em diálogo, a partir de 2010, artistas como Cristiano Mascaro, Denise Gadelha, Giselle Beiguelman, João Farkas e Sergio Burgi; e o Circuito JK Iguatemi inaugurou, em 2015, exposições de obras de galerias participantes em lojas, além de cardápios e descontos exclusivos em restaurantes do shopping durante a semana da Feira.

Mostra Paralelas e diagonais

Responsável pelo resgate da obra de figuras referenciais da moderna fotografia brasileira, a décima edição da SP-Arte/Foto dedica um espaço especial aos fotógrafos que inauguraram uma escola centrada em compostos geométricos.

Em Paralelas e diagonais, uma seleção iconográfica com trabalhos dos mais atuantes fotoclubistas de São Paulo – que formavam o movimento Escola Paulista, nascido no seio do Foto Cine Clube Bandeirante, na década de 1950 – reune obras de José Yalenti, Gertrudes Altschul, Eduardo Salvatore, Marcel Giró, Mario Fiori, George Radó e Paulo Pires.

Com curadoria de Isabel Amado e Iatã Cannabrava, a mostra compila 30 imagens que compõem importantes coleções de fotografia pelo mundo, como do MoMA e da Tate Modern.

Talks/Foto: Perspectivas

Organizado em parceria com a revista ARTE!Brasileiros, a segunda edição do Talks/Foto convida curadores, fotógrafos e especialistas, como Christopher Phillips, do International Center of Photography – ICP, e Joerg Bader, do Centre de la Photographie Genève, para discutir as perspectivas da fotografia contemporânea no Brasil e no mundo.

Os debates acontecem nos dias 25 e 26 de agosto, das 16h30 às 18h30, durante a 10ª edição da Feira de Fotografia. Os temas são diários: O mecenas e o colecionador na fotografia contemporânea, na quinta, e A imagem como provocadora do pensamento: prática, vigilância e fotojornalismo, na sexta. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas neste link http://bit.ly/29ZBfC2. As vagas são limitadas.

Programação

A primeira palestra, no dia 25/8, será com o curador de fotografia do Metropolitan Museum of Art, Jeff Rosenheim, especialista da cena norte-americana e autor de mais de 20 livros sobre fotógrafos como Diane Arbus, Robert Frank e Stephen Shore, e curador da mostra itinerante Photography and the American Civil War, exibida no Met em 2013.

No mesmo dia, Brett Rogers, diretora da The Photographers’ Gallery, primeira galeria da Inglaterra dedicada apenas à fotografia, conversa com Joaquim Paiva, colecionador e fotógrafo, cujos trabalhos integram acervos de instituições como o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – MAM-RJ, o Museu de Arte de Brasília e o Museum of Fine Arts, em Houston, nos Estados Unidos. O encontro será mediado pela jornalista e editora especial da ARTE!Brasileiros Simonetta Persichetti.

No dia 26, a programação começa com a palestra de Christopher Phillips, curador do ICP, em Nova York, instituição fundada em 1974, especializada em fotografia e cultura. Curador do ICP desde 2000, Phillips organizou mostras como The Rise of the Picture Press (2002) e Caio Reisewitz (2014), além de exposições que investigam a fotografia asiática.

Encerrando os dois dias de debates, o diretor do Centre de la Photographie Genève, Joerg Bader, conversa com o fotojornalista e diretor responsável da Brasileiros Editora, Hélio Campos Mello. Professor, Bader ministra disciplinas de teoria e História da Fotografia na Haute École d’Art et de Design, em Genebra, e de História das Mídias na Escola de Design Basel, na Suíça. O Centre de la Photographie Genève é um dos principais espaços dedicados à imagem na Europa. A discussão será mediada por Simonetta Persichetti.

Programação completa

25 de agosto
Local: Shopping JK Iguatemi – 3º andar – Lounge One
16h30 às 18h30

Jeff Rosenheim, curador de fotografia do Met, NY

Brett Rogers, diretora do The Photographers’ Gallery, Londres
Joaquim Paiva, fotógrafo e colecionador de fotografia contemporânea
Mediação: Simonetta Persichetti, jornalista e editora especial ARTE!Brasileiros

26 de agosto
Local: Shopping JK Iguatemi – 3º andar – Lounge One
16h30 às 18h30

Christopher Phillips, curador no ICP

Joerg Bader, diretor do Centre de la Photographie Geneve

Hélio Campos Mello, fotojornalista e diretor responsável da Brasileiros Editora

Mediação: Simonetta Persichetti, jornalista e editora especial ARTE!Brasileiros

 
Compartilhar: