Residência Artística do Red Bull Station abre edital para a 11ª turma

O programa abre novamente uma vaga para um artista estrangeiro e aponta maior aporte financeiro àqueles que residem fora de São Paulo.

As inscrições para a 11ª Turma do Programa de Residência Artística do Red Bull Station começam neste 16 de março. O curador, Fernando Velazquez, que também é o diretor artístico do espaço de experimentação, está à frente de mais este processo seletivo. Nesta edição, o projeto mantém a escolha de seis artistas residentes, sendo uma vaga dedicada um artista estrangeiro e maior aporte financeiro para quem não mora em São Paulo.

Além de Velazquez, o artista e pesquisador em novos meios Lucas Bambozzi e o escritor Renan Araujo também serão responsáveis pela análise dos portfólios dos inscritos. Os interessados devem acessar o redbullstation.com.br e seguir as diretrizes do edital. Dentre os itens obrigatórios para a seleção estão os envios de currículo e portfólio dos candidatos.

“Durante a seleção, procuramos dar conta de um amplo espectro de pesquisas, tanto de linguagens, como de técnicas e temáticas, além de apostarmos em um grupo aberto ao diálogo e as trocas entre si”, ressalta o curador. Nos critérios adotados para a seleção dos novos artistas destacam-se a capacidade do grupo de relacionamento com a arquitetura do prédio, com o seu entorno e sobretudo com a possibilidade de articular processos criativos colaborativos.

SOBRE A RESIDÊNCIA ARTÍSTICA NO RED BULL STATION

Com duas edições por ano, a Residência Artística ocupa o piso superior do edifício onde ficam os ateliês e um espaço conhecido como Galeria Transitória – local em que os artistas podem tanto desenvolver seus trabalhos, como observar de que forma cada obra conversa com os demais projetos e com o ambiente. A cada edição são escolhidos seis artistas mediante edital divulgado no site e nas redes sociais da Red Bull.

A Residência Artistica é uma continuidade do Red Bull House of Art, que foi um projeto anual de residência artística que ocupou os prédios Hotel Central e Sampaio Moreira, ambos no centro de São Paulo, em 2009, 2010 e 2011. A partir da abertura deste espaço de experimentação, o programa passa a ser permanente e também muda de nome e de formato: se transforma na Residência Artística do Red Bull Station, que seleciona artistas por meio de edital e as duas turmas que se formam a cada ano.

SOBRE O DIRETOR ARTÍSTICO E CORPO DE CURADORES

Fernando Velazquez é o curador e o diretor artístico do Red Bull Station. De Montevideu – Uruguai, Velazquez é artista multidisciplinar. Suas obras incluem vídeos, instalações e objetos interativos, além de performances audiovisuais. Doutorando em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, Mestre em Moda, Cultura e Arte pelo Senac-SP, participa de exposições no Brasil e no exterior com destaque para a Emoção Art.ficial Bienal de Arte e Tecnologia (Brasil, 2012), Bienal de Cerveira (Portugal, 2013 e 2011), Mapping Festival (Suiça, 2011), WRO Biennale (Polônia 2011), On_off (Brasil, 2011), Bienal do Mercosul (Brasil, 2009), Bienal de Tessalônica (Grécia, 2009), Bienal Ventosul (2009), e o Pocket Film Festival no Centro Pompidou (Paris, 2007). Obteve dentre outros o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia (Brasil, 2009), Mídias Locativas Arte.Mov (Brasil, 2008), “2008, Culturas” e o Vida Artificial (ambos na Espanha, 2008). Foi curador do Motomix 2007, Papermind Brasil, Dorkbot São Paulo e do Projeto !wr?. É também professor da PUC-SP, vive e trabalha em São Paulo.

Renan Araujo é curador e escritor. Nascido em Santa Rita de Passa Quatro, atualmente mora e trabalha em Ribeirão Preto. Bacharel em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda pela Universidade de Ribeirão Preto (2007 – 2014). Integra o grupo de crítica e acompanhamento do CCSP – Centro Cultural São Paulo (2014 – 2016). Em 2012 foi integrante do projeto “laboratório curatorial”, conduzido por Adriano Pedrosa (sp-arte). Em 2013 participou do programa “Máquina de Escrever”, conduzido pelo Capacete e no mesmo ano participou do programa pedagógico “Jovens Curadores”, que integrou a Bienal Internacional de Curitiba, Brasil. Em 2014 foi participante do workshop “Ferramentas para Organização Cultural”, da 31ª Bienal de São Paulo. Tem realizado projetos curatoriais e apresentações em instituições, galerias e espaços interdependentes: Paço das Artes, São Paulo, Brasil; Santander Cultural, Recife, Brasil; Galería Metropolitana, Santiago, Chile; Galeria Gramatura, São Paulo, Brasil; Técnicas de Desaparecimento em Guantanamo – próximo a GITMO – Guantanamo Bay Naval Base, Cuba; 8o Festival de Performance de Cali, Helena Producciones, Colombia.

Lucas Bambozzi é artista e pesquisador em novos meios com trabalhos em vídeo, filme, instalações site-specific e projetos interativos. Seus trabalhos vêm sendo exibidos em festivais e mostras em mais de 40 países, em organizações como o Moma (EUA), ZKM, Frankfurter Kunstverein (Alemanha), Arco Expanded Box (Espanha), ŠKUC gallery (Eslovenia), Museum of Modern and Contemporary Art (Rijeka, Croácia), WRO Media Art Biennale (Polônia), Centro Georges Pompidou (França), Bienal de La Habana (Cuba), ISEA Ruhr (Alemanha), ZERO1 Biennial (EUA), Ars Eletrônica (Áustria – com menção honrosa em 2010), Bienal de Artes Mediales (Chile), 25ª Bienal de São Paulo, dentre outras. Participou de festivais de cinema e vídeo como o Videobrasil.É Tudo Verdade, FILE, Festival do Rio BR, Sundance e Slamdance (EUA), Impakt (Holanda), FID Marseille, Share (Itália), e XX Videoformes (França), Emoção Art.Ficial e On_OFF. Foi artista residente no CAiiA-STAR Centre/i-DAT (Planetary Collegium) e concluiu seu MPhil na Universidade de Plymouth, Inglaterra. Em 2011 teve uma retrospectiva de suas instalações no Laboratório Arte Alameda, no México, DF. Em 2014 participou das exposições Gambiólogos 2.0 no Oi Futuro, BH, Singularidades, no Itaú Cultural e Bienal de la Imagem en Movimiento, na Argentina. Foi um dos criadores do arte.mov Festival de Arte em Mídias Móveis (2006-2012), do Projeto Multitude (2014) e do Labmovel.

Serviço:

Edital para 11a turma do projeto Residência Artística do Red Bull Station
Abertura: 16 de março até 25 de abril de 2015
Comunicado dos aprovados no site do Red Bull Station a partir do dia 10 de maio
A Residência Artística ocorrerá de 28 de julho a 14 de novembro de 2015
A exposição ocorrerá de 31 de outubro a 28 de novembro

Red Bull Station
Tel: (11) 3107-5065
Praça da Bandeira, 137. Centro, São Paulo, SP
www.redbullstation.com.br

 

Compartilhar: