Obras-primas do Louvre são danificadas após tempestade

louvre-carrousel-closer-look-has-been-revamped

Pinturas de Poussin e Jean-François de Troy foram danificadas durante uma grande tempestade que atingiu a capital francesa na última semana. Outras obras de Georges de la Tour e Eustache Le Sueur que estavam sob ameaça foram armazenadas por medida de segurança.

“Na sala das “Sete Chaminés” foram observadas manchas de água no verniz de duas das “Quatro Estações” de Nicolas Poussin (A Primavera e O Outono) e em uma obra de Jean-François de Troy, “Le Triomphe de Mardochée”, diz o comunicado publicado pelo museu.

Estes quadros foram imediatamente retirados e a direção do museu espera agora o relatório dos restauradores sobre o real estado das obras.
Os vazamentos de água causadas pela chuva torrencial provocaram o fechamento de alguns espaços do museu e a retirada preventiva de obras dos departamentos de pintura e de antiguidades egípcias.

Além do museu, a Bibliothèque Nationale de France em Paris também foi atingida pela tempestade. A água da chuva escorreu do teto na seção de manuscritos medievais. “9 livros de 143 ainda estão secando, os outros estão de volta às prateleiras”, disse Sylviane Tarsot, diretora da biblioteca, ao jornal Le Monde, acrescentando que a equipe de conservação planeja restaurar 14 itens.

Compartilhar: