O pintor abstrato britânico Howard Hodgkin morre aos 84 anos

howard_hodgkin1_0

De acordo com a Tate, o internacionalmente conhecido pintor abstrato, vencedor do Prêmio Turner, morreu pacificamente em um hospital em Londres. Mais conhecido por suas maravilhosamente expressivas e vibrantemente coloridas destilações e evocações de memórias, emoções e eventos, a singular linguagem visual de Hodgkin desafia os limites entre abstração e representação. “Eu sou um pintor de representação, não um pintor de aparências”, disse ele certa vez.

O diretor de Tate, Nicholas Serota, descreveu Hodgkin como “um dos grandes artistas e coloristas de sua geração” e elogiou sua obra por sua intensidade e sensibilidade. “Nos últimos trinta anos, a posição internacional de Howard continuou a crescer com grandes exposições na Europa e América. Seu tema característico, a memória de um encontro ou uma conversa com um amigo, resultou em pinturas que irradiam as emoções da vida: amor, raiva, vaidade, beleza e companheirismo “, disse Serota.

Larry Gagosian, cuja galeria representa Hodgkin desde 1998 e está apresentando a primeira exposição do artista em Hong Kong até 11 de março, disse em declaração que o sucesso da exposição de Hong Kong mostra como o público reage à beleza intemporal de seu trabalho. “Howard Hodgkin era uma figura imponente da arte britânica e um dos pintores mais vitais, radicais e convincentes do nosso tempo. Foi um raro privilégio tê-lo conhecido como amigo “, disse Gagosian.

Compartilhar: