Marcos Amaro assume gestão de galeria de arte em São Paulo

marcos-amaro-300x300

Marcos Amaro assume a gestão da Galeria Emma Thomas. O artista e empresário dará continuidade ao projeto que há 11 anos aposta em uma gestão de fomento e incentivo à arte.

A Galeria Emma Thomas, idealizada por Juliana Freire, Flaviana Bernardo e Mônica Martins, anuncia sua nova gestão a partir de agosto de 2017. A marca, que desde a sua estreia trabalha para promover o acesso ao conteúdo de arte contemporânea no país, terá os ideais mantidos pelo artista e empresário Marcos Amaro.

O empresário, que há algum tempo acompanha as ações da Emmathomas, traça novas perspectivas de voo, e visando o mercado internacional, aposta na expansão da galeria para cidades como Nova Iorque e Bruxelas. O corpo de artistas que integrará a galeria reúne os contemporâneos Estela Sokol, Francisco Klinger Carvalho, Gilberto Salvador, Kátia Salvany, Kimi Nii, Márcia Grostein e Marcia Pastore.

O artista, que une vasta experiência empresarial e sensibilidade artística, também investirá em obras de ícones como Andy Warhol, Farnese de Andrade, Jean-Michel Basquiat, Leon Ferrari, Lygia Clark, Lucio Fontana, Robert Rauschenberg e Roy Lichtenstein criando assim um diálogo entre várias gerações. “Em breve apresentaremos a nova programação, com nomes potentes e um núcleo histórico de acervo. Queremos transformar o mercado e trazer um conceito inovador de galeria de arte no Brasil”, afirma Amaro.

As galeristas, que por uma década estiveram à frente da Emmathomas, acreditam na gestão artística como ponto fundamental na criação de novos formatos de trabalho no mercado de arte contemporânea. “Para manter-se atuante, a galeria necessita de um elo empresarial mais experiente e forte, que ao mesmo tempo, tenha a sensibilidade de fomento à arte e cultura”, afirma Juliana.

Compartilhar: