Instituto Moreira Salles e Fundação Biblioteca Nacional inauguram novo portal

O portal Brasiliana fotográfica será um espaço online que concentrará o melhor dos acervos do século XIX aos anos 1920 das duas instituições.

No dia 17 de abril, às 11h, acontece o lançamento do portal Brasiliana fotográfica, uma iniciativa da Fundação Biblioteca Nacional e do Instituto Moreira Salles, dedicado a promover a fotografia brasileira, além de contribuir e promover a discussão sobre a preservação do patrimônio fotográfico digital.

Inicialmente, o portal disponibilizará 2.000 fotografias selecionadas dos acervos das duas instituições. Do IMS, destacam-se as coleções Mestres do Século XIX, Coleção Gilberto Ferrez, Coleção Brascan 100 Anos no Brasil, Coleção Pedro Corrêa do Lago e Coleção Dom João de Orleans e Bragança. Da Biblioteca Nacional, estarão disponíveis conjuntos como a Coleção D. Teresa Cristina Maria (registrada no Programa Memória do Mundo da Unesco como Patrimônio da Humanidade), álbuns contendo retratos de artistas brasileiros e estrangeiros, colotipias de A. Ribeiro e estereogramas de Revert Henrique Klumb.

No endereço http://brasilianafotografica.bn.br, os usuários poderão pesquisar as imagens, salvar suas pesquisas e compartilhá-las nas redes sociais. A cada semana, novas galerias de imagens serão destacadas e, periodicamente, curadores convidados farão comentários e reflexões sobre as fotografias escolhidas.

O projeto visa dar uma atenção aos arquivos digitais, que, muitas vezes, acabam por se perder pela falta de medidas que assegurem sua durabilidade. Joaquim Marçal, coordenador do projeto Brasiliana Fotográfica Digital e pesquisador da Divisão de Iconografia da Biblioteca Nacional, ressalta que “o portal Brasiliana Fotográfica pretende contribuir para a conscientização de todos acerca dessas questões, apontando para as diretrizes e as melhores práticas, visando a contribuir para a preservação do nosso patrimônio fotográfico digital.”

Compartilhar: