Curto Circuito: artistas curitibanos abrem suas portas

Com apoio institucional da SIM Galeria, projeto independente organiza visitas em ateliês da capital paranaense.

O espaço onde o artista desenvolve suas obras revela muito sobre seu trabalho e suas inspirações. Por isso, um grupo de artistas visuais de Curitiba se uniu para criar o projeto Curto Circuito, que aproxima arte e público através de visitas em diferentes ateliês da cidade. Com a proposta de desmistificar a ideia de que a arte está restrita a um pequeno grupo, a iniciativa é apoiada pela SIM Galeria, um importante ponto de divulgação da arte contemporânea no Brasil.

Experimental, o circuito ainda pretende criar um ambiente mais aberto para a prática e a reflexão artística, além de formar um movimento catalisador de experiências, que proporciona novos olhares sobre as produções. O projeto também oferece aos visitantes uma maneira privilegiada de conhecer o trabalho dos artistas.

Nesta primeira edição, que acontece nos dias 22 e 23 de novembro, cinco locais de criação estarão abertos ao público, que ainda poderá participar de uma série de atividades. “Acreditamos que a exposição de arte da forma como é tradicionalmente conhecida não é a única maneira de se apresentar um trabalho. Por isso, propomos atividades mutantes, maleáveis e interdisciplinares, que possibilitam mostrar algo entre a obra e seus processos, percorrendo os limites entre o que é público e privado na arte contemporânea”, contam os artistas.

 

ARTISTAS

ANDRÉ AZEVEDO

www.andreazevedoart.com

Sua construção, passível de experimentação, utiliza a combinação de diferentes materiais e técnicas como desenho, pintura, fotografia, costura e colagem . Neste último ano, foi finalista do _International Emerging Artist Award_, participou de exposições no Brasil e no exterior, realizando em Pequim, na China, sua primeira individual. Artista selecionado para o livro _Illustration Now Vol 4_, da editora Taschen. Já colaborou com marcas como Alfa Romeo, Lacoste e Nike.

Endereço: Rua São Francisco 13 – Centro

 

JUAN PARADA

www.juanparada.wordpress.com

Formado em Escultura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP) em 2002, Juan Parada expõe seus trabalhos desde 1997. Começou a trabalhar com cerâmica em 2003 e foi um dos membros fundadores do coletivo Interluxartelivre, que agitou o meio artístico da capital paranaense na década passada. Atualmente vive e trabalha em Curitiba (PR), sua cidade natal. Entre as últimas mostras realizadas destacam-se a participação nas exposições coletivas Abre Alas 9 – galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro; Exposição Mirantes – MUV Gallery, Rio de Janeiro; _Art Expo Malaysia 2013_ – _Matrade Exhibition & Convention Centre_, Kuala Lumpur; O Estado da Arte, realizada em parceria com o Coletivo Interluxartelivre no Museu Oscar Niemeyer – Curitiba; além da individual A Memória da Matéria, no Museu da Gravura de Curitiba, e da participação na ArtRio 2014 (representado pela galeria Amarelonegro).

Endereço: Rua Nicolau Maeder, 10 – Ap. 02 – Alto da Glória

 

BIEL CARPENTER

www.bielcarpenter.com.br

Trabalha utilizando diversas mídias, como pintura, desenho e gravura, para evidenciar o momento e cria um recorte temporal que representa uma crônica do cotidiano contemporâneo. Em 2013, foi selecionado para a residência artística da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), além de realizar exposições no Brasil e no exterior. O artista também já colaborou com marcas como Cosac Naif, Absolut Vodka e produz trabalhos para diversos músicos, como Marcelo Camelo, Father John Misty, Michael Kiwanuka, Constantina, Hurtmold, entre outros. Em 2014, lançou seu primeiro livro, batizado de _Felicidade Inóspita_.

Endereço: Rua Dias da Rocha Filho, 1164 – Alto da XV

 

MARIANA ZARPELLON

www.behance.net/marizarp

Natural de Irati (PR), desenvolve projetos de fotografia autoral e comercial, tendo suas fotos publicadas em revistas, jornais e portais, como The Guardian, Rolling Stone, Le Monde, Libération, Billboard.com, Helena, Veja, entre outros. Da fotografia para a pintura, seu projeto em andamento tem como base a construção das imagens, questões levantadas durante uma pesquisa etnográfica realizada em 2011.

Endereço: Rua Dias da Rocha Filho, 1164 – Alto da XV

 

JACK HOLMER

www.jackholmer.com

Em busca de uma poética afetiva tecnológica, o artista percorre a forma tentando visualizar o que carece de conexão, interação e amparo. Os objetos deste afeto poético habitam espaços virtuais e do universo _off-line_, sendo humanos ou não-humanos, mas certos de sua presença e suficiência de manifestação para chamarmos de vida. Jack Holmer possui formação em Artes, é Mestre em Comunicação e Linguagens e professor de Poéticas Tecnológicas na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP). Entre suas exposições coletivas de destaque estão Duas Décadas de Arte Contemporânea, no Museu Oscar Niemeyer, a Bienal de Curitiba de 2007 e a _3rd Graphite International Conference on Computer Graphics and Interactive Techniques_, na Nova Zelândia, além de individuais no Museu de Arte Contemporânea do Paraná e no Museu da Gravura de Curitiba.

Endereço: Rua Dias da Rocha Filho, 1164 – Alto da XV

 

WILLIAN SANTOS

www.williansantos.com

Atualmente, o artista se dedica a uma pesquisa sobre a transitoriedade. Interessa-lhe o espaço de iminência existente no percurso entre situações de extremos, em um câmbio entre conceitos e meios de execução. Seu trabalho dialoga com diferentes linguagens que excedem elas mesmas, num processo constante e auto-provocativo. Artista indicado ao prêmio PIPA 2014, participou em 2013 da Bienal Internacional de Curitiba e da individual Nem Todo Líquido se Desmancha em Ar, realizada na Galeria Casa da Imagem, em Curitiba.

Endereço: Rua Padre Agostinho, 875 – Ap. 11B – Mercês

 

CONSTANCE PINHEIRO

www.exsicata.tumblr.com

Graduada Engenheira Química pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), a artista e pesquisadora utiliza a linguagem imagética da fotografia para a realização e o entendimento de seu mundo interior e das relações entre os seres. Atualmente, sua produção também incorpora vídeo, música, instalação, palavra e gesto num olhar _site-specific_. Os sistemas de cura, aquilo que não é visível e uma realidade inexplorada são temas de seu interesse. A fotógrafa realiza procedimentos utilizando como base seu próprio corpo e exerce em viagens e expedições seu território de pesquisa e trabalho. Possui em seu currículo publicações, seis individuais e mais de vinte exposições coletivas.

Endereço: Rua Padre Agostinho, 875 – Ap. 11B – Mercês

 

ANDRÉ MENDES

www.andremendes.art.br

A sua linguagem pictórica transforma a concepção de desenho em um meio expressivo, indo dos gestos rápidos e contínuos que o desenho permite, transpondo-os às telas por suas pinceladas, até sua dimensão mais ampla – o desenho como projeto. André absorveu de seus períodos de estudos em Barcelona as noções que colocam o dibujo (esboço) e o diseño (projeto) como parte de um mesmo procedimento artístico primordial – finalizar os trabalhos mantendo as condições de irrealizado, com aspectos de esboço e caráter de projeto, mas que nos sugere um movimento perpétuo. Formado em Design Gráfico pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e especialista em Desenho Artístico pelo Institut Superior de Disseny y Escola de la Imatge – IDEP, em Barcelona, André tem em seu currículo diversas exposições nacionais e internacionais, entre elas a _Art Expo Malaysia _2014 – KualaLumpur, na Malásia; _Colorflow_, na Galeria RAS, em Barcelona; Elementares, no Museu de Arte Contemporânea do Paraná – Curitiba; O Estado da Arte, realizada em parceria com o Coletivo Interluxartelivre no Museu Oscar Niemeyer – Curitiba.

Endereço: Rua Madre Maria dos Anjos, 1295 – Rebouças

 

ANTONIO WOLFF!

www.antoniowolff.com

Nasceu em Guarapuava (PR) em 1973 e é formado em Design pela Pontifícia Universidade Federal do Paraná (PUC-PR). Praticavafotografia como hobby na adolescência e, há 10 anos, passou a estudar sobre o assunto. Hoje, fotógrafo baseado em Curitiba (PR), trabalha nas áreas de publicidade e moda. Já desenvolveu editoriais, campanhas e anúncios para o Brasil e exterior. Simultaneamente, desenvolve também um trabalho autoral. Pesquisa sobre como a fotografia é lida e como a imagem é percebida dentro de seus diversos usos e estéticas, além do imaginário, sua construção, o tempo fragmentado, a bidimensionalidade, o movimento e outros assuntos. Fez parte do Grupo Cidades Visíveis, do coletivo multidisciplinar Atalho e recentemente do 121coletivo. Participou de coletivas no Brasil e exterior e atualmente prepara sua primeira individual.

Endereço: Rua Madre Maria dos Anjos, 1295 – Rebouças

 

22/11 – SÁBADO

10h – André Azevedo

14h – Juan Parada

17h – Biel Carpenter + Mariana Zarpellon + Jack Holmer

23/11 – DOMINGO

10h – Willian Santos + Constance Pinheiro

15 h – André Mendes + Antônio Wolff

 

SOBRE A SIM GALERIA

Fundada em 2011, a SIM Galeria é comandada por Guilherme e Laura Simões de Assis, que trazem um background familiar de envolvimento com as artes. Sempre priorizando a qualidade de obras e artistas, a galeria surgiu com a proposta de difundir as manifestações contemporâneas de arte. Mais do que um espaço expositivo, a SIM possibilita a troca de experiências e informações entre público e artistas diversos. Com 15 artistas nacionais e internacionais representados e participação nos principais eventos de arte do mundo, como a ArtRio e a SP-Arte, a galeria já se estabeleceu como um importante ponto de divulgação da arte contemporânea no Brasil.

www.simgaleria.com

 

 

Compartilhar: