Conheça os cursos livres da EAV Parque Lage em 2015

Os cursos teóricos com leitura de textos e imagens, e análise de projetos individuais começam em março. Leia mais e saiba como participar!

Cursos teóricos com leitura de textos e imagens, e análise de projetos em: Teorias da arte, Abstracionismo, Arte brasileira, Arte contemporânea, Arte como pensamento, Reflexões sobre a arte, Pensamento crítico, Processo criativo, Linguagens artísticas contemporâneas.

Professores: Alexandre Sá, Ana Linnemann, Anna Bella Geiger, Bob N, Bruno Miguel, Charles Watson, Daniel Jablonski, Daniela Labra, Denise Cathilina, Edmilson Nunes, Efrain Almeida, Fernando Cocchiarale, Franz Manata, Iole de Freitas, João Modé, Luiz Ernesto, Marcelo Campos, Paula Trope, Paula Scamparini, Sonia Salcedo

Início das aulas em 3 de março de 2015

Acesse datas, horários, mais informações e inscrições online 

Alexandre Sá, João Modé: Circuito aberto e fechado
O curso tem por objetivo, discutir e analisar projetos individuais ou coletivos em andamento. Serão lançadas algumas questões práticas como proposições a serem resolvidas/tensionadas/promovidas pelos participantes de acordo com as suas respectivas linguagens e caminhos poético-visuais, buscando o aprofundamento dos projetos. Além de tais propostas, os encontros serão permeados por um conjunto de discussões e provocações teóricas pertinentes à produção contemporânea.

Alexandre Sá: O sujeito na tormenta
Curso teórico que pretende reunir um conjunto de discussões sobre as derivas subjetivas e conceituais da contemporaneidade por meio da leitura de textos e de algumas imagens. Com base nas referências psicanalíticas de angústia e alteridade, o curso busca uma investigação mais abrangente das lógicas de funcionamento dúbias que produzem conceitos instáveis e imbricados como espetáculo, cultura, rizoma, globalização e democracia. O conteúdo abrange questões relacionadas à existência de um mal-estar na contemporaneidade; à utopia da felicidade em tempos de cólera; ao corpo como carne social; à cultura e seu processo entrópico; ao espetáculo e a produção contemporânea.

Ana Linnemann, Paula Trope: Em Campo Ampliado- Estudos de transversalidade nas práticas artísticas contemporâneas
EA partir da análise dos trabalhos apresentados pelos participantes, o curso propõe, por meio da flexibilização da ideia de categorias de arte, identificar o eixo conceitual dos projetos para se pensar como essas ideias poderiam ser transpostas para outros suportes ou meios de expressão — uma prática de intercategorização que poderia levar a uma filtragem de ideias, a um raio-x dos conceitos. Dessa forma, pretende-se estimular um deslocamento de processos e práticas do fazer artístico, buscando um adensamento das questões que mobilizam essas obras, assim como um aprofundamento dos meios e linguagens envolvidos na constituição das mesmas. Destinado a jovens artistas com trabalhos em desenvolvimento.

Anna Bella Geiger, Fernando Cocchiarale: Abstracionismo Geométrico e Informal: a Vanguarda Brasileira nos anos 50
Curso teórico que busca trazer para a atualidade um conhecimento mais especializado do último e mais abrangente -ismo- da arte moderna nacional e internacional: os Abstracionismos geométrico e informal nos anos 1950. Servindo como fio condutor dos encontros, o livro Abstracionismo geométrico e informal: A Vanguarda brasileira nos anos cinquenta, de autoria também da professora do curso, levantará questões relacionadas ao movimento artístico, seus antecedentes e a atitude experimental na abolição da representação. Além disso, o curso fará uma comparação com os -ismos- que ocorreram quase concomitantemente nas Escolas de Nova York e de Paris. O curso ainda apresentará a relação entre os meios praticados na época, assim como as questões do suporte na pintura, gravura, colagem, desenho e escultura.

Bob N, Edmilson Nunes: Arte – Processos e Afetos
O curso tem como objetivo propiciar aos participantes um ambiente de troca e convivência no qual possam desenvolver a sua capacidade de reflexão acerca da própria obra e de sua relação com as demais produções artísticas, o universo das artes ao longo da história e, sobretudo, as discussões do mundo na época presente. Ao longo dos encontros, os processos criativos dos participantes serão estimulados a partir do contato com questões pertinentes às produções atuais, sugeridas pela bibliografia e filmografia apresentadas, e por meio de visitas de profissionais atuantes convidados, artistas, curadores e galeristas, dispostos a provocar debates sobre variados temas fundamentais.

Bruno Miguel, Luiz Ernesto: Questões prático-teóricas da pintura na contemporaneidade
O curso propõe acompanhamento e análise de trabalhos em pintura para alunos que já possuem trabalho em desenvolvimento neste meio, ou para aqueles interessados em estudos de análise de pintura. Através do debate crítico e das dinâmicas de apresentação e defesa das obras se fomentará também o desenvolvimento teórico específico para artistas dispostos a se aprofundar nas questões da pintura na contemporaneidade. Mensalmente serão convidados pintores atuantes no circuito nacional a apresentar suas pesquisas para a turma. Os interessados deverão apresentar portfólio com no mínimo cinco fotos de trabalhos recentes e um texto sucinto sobre os mesmos.

Charles Watson: O processo criativo
De natureza interdisciplinar, o curso tem o objetivo de apresentar para profissionais de áreas ligadas à criatividade e inovação, vários aspectos do processo criativo e como estes se manifestam nas mais diversas disciplinas, desconstruindo assim alguns dos mitos populares sobre o assunto. Através de um amplo conteúdo teórico e audiovisual, as aulas buscam demonstrar que a semelhança entre as dinâmicas criativas podem superar a diferença entre as linguagens.

Daniel Jablonski: O que se mostra: a função do museu, do crítico e do curador
O curso tem como objetivo oferecer aos participantes, não importando sua origem ou nível de formação, os instrumentos conceituais e históricos necessários a um embate direto com textos-chave da teoria da arte. A partir de leitura guiada de três ensaios inéditos em português – “O fim da arte e o início do museu”, de Douglas Crimp; “O que é um curador?”, de Claire Bishop; e “Intenções críticas”, de Boris Groys – o curso abordará questões relevantes às distintas (e, não raro, concomitantes) instâncias de mediação nas artes visuais: quem decide o que se mostra ao público? E de que forma isso é feito? Dedicado aos interessados em aprofundar-se na reflexão sobre arte, seus mecanismos históricos de significação e suas novas políticas de legitimação / exibição.

Daniela Labra: Modos de agir e pensar criticamente a arte contemporânea
Curso teórico sobre teorias da arte, pensamento crítico, processos criativos e linguagens artísticas contemporâneas. O objetivo do curso é discutir propostas estéticas contemporâneas em suportes diversos e menos convencionais que lidam com questões sociopolíticas, urbanas, éticas e históricas. Durante as aulas, será examinada a produção de artistas atuantes no cenário contemporâneo e também as práticas seminais de artistas surgidos na segunda metade do século XX. Entre alguns nomes, estão Tania Bruguera, Teresa Margolles, Dorys Salcedo, Santiago Sierra, Rafael França, Gordon Matta-Clark, Allora & Calzadilla, Alfredo Jaar, Bernardette Corporation, ORLAN, Ricardo Basbaum, Renata Lucas, Hector Zamora. Como pré-requisito, os participantes precisam ter noções fundamentais de história da arte.

Denise Cathilina: Introdução à História da Fotografia
Curso teórico dividido em 4 módulos que oferece um panorama amplo da fotografia desde a sua invenção até os seus movimentos artísticos ao longo dos séculos XIX e XX. Os encontros estão baseados em aulas expositivas com projeção de fotografias e vídeos com a intenção de apresentar os principais artistas fotógrafos e suas produções e formar um discurso crítico próprio sobre obras. Dentre outros objetivos, o curso visa analisar as consequências da invenção da fotografia e suas relações iniciais com o campo das artes visuais, compreender e contextualizar as questões que orientam a fotografia dentro do universo da arte contemporânea, assim como contextualizar as experiências estéticas próprias da fotografia do século XIX e compreender a produção fotográfica das vanguardas históricas do século XX.

Efrain Almeida, Marcelo Campos: Teoria e Portfolio – pré-produção, produção e pós-produção
O curso propõe discussões sobre a produção artística e os vínculos conceituais no entorno dos trabalhos. Configurando-se como oficina e laboratório de projetos, além de teorias expositivas, as aulas serão ministradas a partir de chaves conceituais e do próprio fazer artístico. Pretende-se ativar relações entre pesquisa e conceituação, objetos e materialidades, modos de produzir e expor, além da problematização sobre as esferas de ativação do espaço e da constituição da obra de arte.

Fernando Cocchiarale: Teorias da Arte
O curso busca apresentar e debater as diferentes vertentes da reflexão feitas a partir da produção artística do próprio objeto dessas teorias – a arte naturalizada (isto é, tida como traço permanente de qualquer cultura). Serão examinados, por meio de textos produzidos por artistas, críticos e curadores estrangeiros e brasileiros, referentes ao expressionismo, às tendências abstrato-geométricas (arte abstrata, concreta, neoconcreta); textos que legitimaram a emergência das novas figurações ( arte pop; nova figuração e nova objetividade brasileirada década de 1960), da arte experimental dos anos 70 e da volta à pintura nos anos 80.

Franz Manata: Arte brasileira
O curso objetiva a apresentação de um panorama da arte brasileira, desde sua formação até os dias atuais, através de uma aproximação com seus principais movimentos e artistas. Iniciando o conteúdo pelas missões artísticas dos séculos 19 e 20, será traçada por intermédio de imagens e visitas a museus e galerias, uma análise cronológica da arte brasileira até os dias de hoje.

Franz Manata: Arte como conhecimento
O curso teórico, objetiva apresentar aos participantes, como a arte foi construída enquanto um campo do pensamento. Através do contato com imagens e visitas a museus e galerias, serão abordados, privilegiando o ponto de vista dos artistas, obras e movimentos, articulados em seus respectivos contextos históricos, de forma a traçar um panorama que vai da pré-história aos dias atuais.

Franz Manata: Desenvolvimento de projetos
O curso é destinado a artistas ou iniciantes interessados em desenvolver o pensamento acerca do próprio trabalho, assim como em entender a dinâmica do sistema da arte, hoje. Em encontros práticos em ateliê, serão tratados temas referentes a várias etapas do processo de produção artística: da conceituação e elaboração, passando pela realização, até a sua inserção no circuito.

Iole de Freitas: Análise e inserção da produção contemporânea
O curso se desenvolve por meio da discussão em torno dos projetos dos alunos, tendo em vista as possibilidades da linguagem plástica na atualidade. Enfoca também a possibilidade de inserção dessa produção no meio cultural – em exposições, publicações e debates.

Marcelo Campos: Arte contemporânea
O curso objetiva elaborar discussões e repertório imagético-conceitual, a partir de obras de arte fomentadas na pós-modernidade; propondo reflexões acerca do conceito de arte e problematizando a desmaterialização dos objetos, o binômio arte e política e as idéias de autoria individual e coletiva. Assim, Intenciona-se, possibilitar aos participantes certo arcabouço critico para identificação de potencialidades relativas à produção atual nas artes. As aulas serão expositivas e realizar-se-ão trabalhos de campo com visitas a exposições e eventos de arte.

Sonia Salcedo, Paula Scamparini: Estruturas cênicas e visuais
O curso teórico-prático propõe discutir e exercitar formas de conceber estruturas espaciais que aproximam as poéticas visuais e cênicas na arte contemporânea. O programa explorará, a partir de aulas expositivas e exercícios criativos voltados para produção, o cruzamento extenso dos aspectos ceno-visuais pertencentes no-entre-áreas de conhecimento, encampado pelo hibridismo característico da arte mais recente.

 

 

Compartilhar: