Arnaldo Antunes usa letreiros e placas para formar sua poesia em "O Interno Exterior"

Videasta expõe suas instalações na galeria Laura Marsiaj.

Nome composto, ambos formados por 7 letras, trissílabas e acrônimo A A, ou melhor Arnaldo Antunes. Sim, se for falar dele sempre nos faz lembrar de sua obsessão por letras, palavras ou qualquer signos linguístico, afinal assim suscita a criatividade de Arnaldo Antunes.

Compositor, músico, poeta e videasta, o artista prepara sua nova experimentação com a exposição “O Interno Exterior“, que com curadoria de Daniel Rangel, adentra-se na galeria Laura Marsiaj, no Rio de Janeiro. A mostra é um resultado das fotografias feitas pelo video-artista que teve como foco, placas e letreiros. A ideia iniciou-se nos anos 90.

“Fiquei inicialmente fascinado por descobertas de escritos que, deslocados de seu contexto original, adquiriam um caráter poético; ready-mades espalhados pelas cidades por onde passava”, explica Arnaldo.

Algumas fotos foram publicadas no livro de poemas n. d. a. (Ed. Iluminuras), de 2010, em uma seção intitulada Cartões Postais. Mas, como seu arquivo foi crescendo cada vez mais, não poderia deixar de resultar numa mostra.

“O arquivo de imagens foi aumentando e passei a criar associações entre as fotos, agrupando-as em campos semânticos afins. Muitas fotos passaram a ser feitas já para esses repertórios prévios de conexões ou contrastes”, explica o videasta.

O Interno Exterior terá o uso de mini-monitores (de 8 polegadas) de video, com animações feitas em stop motion, montadas em 21 caixas de metal pintadas de preto, com diferentes números (de 2 a 25) de telas. Cada uma explora uma temática própria, que se relaciona com as outras pelo impulso de expressar questões interiores com dizeres tirados da realidade exterior.

A iluminação da galeria – que terá paredes pintadas de grafites – será feita somente pelos próprios monitores. O conjunto de caixas compõe esse ambiente imersivo, que ainda contará com gravação de um áudio da voz do próprio Arnaldo lendo uma colagem de fragmentos de textos diversos, numa entonação que simula a narração de uma mesma história.

Serviço:

O INTERNO EXTERIOR
Galeria Laura Marsiaj
Abertura – 04 de setembro, Às 19h
05 de setembro a 11 de outubro de 2014
Terça à sexta – 10h às 19h / sábado 11h às 16h
Rua Teixeira de Melo, 31c, Ipanema, Rio de Janeiro
www.lauramarsiaj.com.br

 

Compartilhar: