Transição e Queda

Arte como meio de união, entrega e intercâmbio entre três artistas. Essa é a ideia de “Transição e queda”, projeto de Eduardo Montelli, Mayra Martins Redin e Jonas Arrabal, que leva para Porto Alegre e Rio de Janeiro duas exposições simultâneas

O intercâmbio artístico proposto pelos artistas Eduardo Montelli, de Porto Alegre (RS), Mayra Martins Redin, do Rio de Janeiro (RJ), e Jonas Arrabal, de Cabo Frio (RJ), não acontece no deslocamento físico deles, mas através de correspondências: cartas, e-mails, fotos, telefonemas.
A proposta do grupo foi investigar as possibilidades de uma prática artística coletiva à distância: “Queríamos ir para além do sentido comum, e repensar a ideia de intercâmbio, no sentido de troca de experiências, por meio da produção de trabalhos e relações recíprocas”, contam.
O projeto foi selecionado pelo Programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais 11º edição, do Ministério da Cultura. Os artistas não saíram das suas cidades, mas as idas e vindas de materiais, descolamento de mensagens, falhas e desvios do processo enfrentado pelos três marcam o projeto.
São essas transições e quedas que dão nome ao título da exposição, que acontecerá simultaneamente em Porto Alegre e no Rio de Janeiro, a partir de maio. Na verdade, trata-se da mesma obra, que se complementa nas duas cidades.
Na capital gaúcha, a exibição começa no dia 5 de maio, na galeria ECARTA. No Rio, “Transição e queda” será aberta no dia 12 de maio, na galeria Largo das Artes.
Durante o processo de correspondência e criação, Eduardo, Mayra e Jonas contaram com a interlocução artística de duas curadoras, Daniela Mattos e Gabriela Motta. A motivação de “Transição e queda” é a partir de um sentimento latente do mundo atual: a falta de tempo: “Queremos ter tempo e recursos para produzir trabalhos em conjunto, apesar das distâncias geográficas e, principalmente, do afastamento que o ritmo veloz da vida cotidiana impõe a todos, e até mesmo aos artistas”, explicam as curadoras.

SOBRE OS ARTISTAS E CURADORAS

EDUARDO MONTELLI
Tem 25 anos, vive e trabalha em Porto Alegre (RS). É mestrando em Poéticas Visuais pelo PPGAV/UFRGS. Trabalha com projetos gráficos, projetos para a internet, fotografia, vídeo, texto e instalações a partir de leituras, de experiências cotidianas e de memórias pessoais, dele e dos outros.
cargocollective.com/eduardomontelli

JONAS ARRABAL
Nascido em Cabo Frio (RJ), tem 30 anos e é mestrando em Processos Artísticos pelo PPGARTES/UERJ. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Na sua obra, questões como permanência/impermanência, memória/esquecimento, estabelecendo relações com o teatro, cinema e a literatura, através da escrita, da voz e da narrativa.
jonasarrabal.com

MAYRA MARTINS REDIN
Nasceu em Campinas, tem 32 anos, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Doutoranda em Processos Artísticos pelo PPGARTES/UERJ. Em sua trajetória artística, trabalha as questões relacionadas à imagem e palavra, pensando os limites entre o visível e o invisível, o registro e a memória, a intimidade e a troca a partir de objetos, colagens, instalações e desenhos.
http://issuu.com/mayraredin/docs/2015_janeiro_portfolio_

DANIELA MATTOS

Artista, educadora e curadora independente, na área de performance, fotografia, videoarte e escrita de artista. Doutora pelo Núcleo de Estudos da Subjetividade, PEPG/PC-PUC-SP. Participou de exposições, mostras de vídeo e publicações no Brasil e exterior. Como educadora, dentre outros trabalhos, atuou na Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage e elaborou atividades temporárias e performances em contextos educacionais na École d’art d’Avignon (França) e no Departamento de Artes Visuais da University of Chicago (EUA).

GABRIELA MOTTA
É curadora, crítica e pesquisadora em artes visuais. Desenvolve pesquisa de doutorado sobre o artista Nelson Felix na Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP. Fez parte da curadoria do Prêmio Marcantonio Vilaça CNI-SESI/2014, Rumos Itaú Artes Visuais e do grupo de críticos do Centro Cultural São Paulo. Desenvolveu projetos com as instituições MAC – USP, MAC Niterói e Fundação Iberê Camargo.

Compartilhar: