"Novas Poéticas" exibe novos artistas na UFRJ

"Novas Poéticas" exibe novos artistas na UFRJ

A primeira edição do Novas Poéticas acontece na Universidade Federal do Rio de Janeiro. O projeto é um programa de exposição anual e tem como objetivo estimular a criação e exibição de trabalhos produzidos por artistas nas universidades brasileiras articulando ações de curadoria, pesquisa, educação e criação artística através dos estudantes de História da Arte, Artes Visuais, Gravura, Pintura, Educação Artística e Comunicação Visual – Design.

A chamada criada em junho deste ano recebeu inscrições de artistas de diversas instituições de ensino do país, e a curadoria buscou entender para onde apontavam as novas poéticas, pensando o artista como uma espécie de sismógrafo, algo que sente os tremores à distância, que se utilizando da sensibilidade como principal instrumento de pesquisa, consegue prever grandes mudanças quando estas são apenas leves tremores.

“Atravessamos um ano com grande agitação política, já podemos considerar fatos históricos, e o que vemos em nossa seleção são trabalhos de artistas que tendo origens distintas chegam a pensar sobre os mesmos problemas, mas obviamente por perspectivas diferentes, se utilizando de mídias variáveis. No entanto, em sintonia, talvez tenha sido este o recorte curatorial: construir um espaço para estes tremores.” 

OrganizadoresOs organizadores: Aleta Valente, Philipe F. Augusto, Letícia Fontoura e Bruna Costa. Atrás o trabalho da artista Maria Palmeiro.
Imagem por Renan Salotto.

A iniciativa partiu de algumas questões que pensavam o espaço da universidade através dos estudantes. “Como articular todas as instâncias supostamente criativas existentes dentro da Universidade? Como fomentar a criação para além das metodologias e avaliações e por extensão exibi-las de modo independente, criando uma ação através dos próprios estudantes, para além das criações especulativas? Como realizar uma troca eficaz que estenda os limites da nossa própria instituição, através de estudantes-artistas-pesquisadores e arte-educadores de outras origens no Brasil?”

“O Novas Poéticas se concretiza num caminho que perpassa as diversas instâncias de criação dentro da Universidade, trazendo a possibilidade de articular através dos próprios estudantes, os conhecimentos que buscam e produzem, e desse modo, cria-se uma rede de trocas prolífera, fomentando não apenas as criações mas a legitimação destes trabalhos.” Diz o idealizador do projeto, Philipe F. Augusto.

A exposição apresenta o trabalho de Ana Hortides, Aline Baiana, Alexandre Colchete, Cecília Cipriano, Costa & Brito, Danilo Luna, Dandara Catete, Flávia Naves, Grupo MAD, Gabriel Bernardo, Ingrid Bittar, Nicolas Dantas, Patricia Chiavazzoli, Rodrigo Pinheiro, Tchello d’Barros e Thiago Antônio.

Flávia Naves, atriz e performer da companhia carioca Teatro Inominável participa com a performance “Á Brasileira”:

"Á Brasileira"    “Á Brasileira” – Flávias Naves (Fotografia da Artista)

A abertura do Novas Poéticas acontece no dia 12 de Novembro no prédio da Reitoria da UFRJ e conta com ações artísticas e performances de Ana Hortides, Alexandre Colchete, Gabriel Bernardo, Nicolas Dantas e MAD.

Veja mais nos sites:  www.novaspoeticas.wordpress.com  e www.facebook.com/novaspoeticas

 

 

Compartilhar: