In Memoriam | Caixa Cultural Rio de Janeiro

copia-de-alexandre-branda%cc%83o-mortuario-2015-basto%cc%83es-de-grafite-lascas-de-madeira-madeira-e-acrilico-8-x-227-x-257-cm-credito-divulgac%cc%a7a%cc%83o

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro inaugura, no dia 5 de agosto de 2017 (sábado), às 15h, a coletiva “In Memoriam”, que trata das possibilidades de se pensar a prática do desenho em suportes diversos a partir de trabalhos de 21 artistas de diferentes gerações. Organizada pela curadora Fernanda Lopes, a mostra conta com desenhos, objetos, vídeos, instalações, performances, fotografias e intervenções, totalizando 37 obras, e permanece em cartaz até 1. de outubro de 2017.

Participam da exposição: Adrianna eu, Alexandre Brandão, Ana Luiza Dias Batista, Andre Terayama, Cadu, Carlos Fajardo, Cinthia Marcelle e Marília Rúbio, Daniel de Paula, Daniela Seixas, Frederico Filippi, Ivens Machado, Jorge Soledar, Marcio Diegues, Marcius Galan, Marina Weffort, Mayana Redin, Milton Machado, Paulo Bruscky, Ricardo Basbaum e WMT – Wagner Malta Tavares.

A proposta é apresentar um panorama da arte brasileira reunindo nomes desde os anos 1960 até hoje, de modo a propor uma reflexão sobre como uma categoria artística como o desenho é apropriada, redefinida e ressignificada pela produção contemporânea. Considerando esse panorama, “In Memoriam” é uma outra maneira possível de apresentar a história da arte: não por seu aspecto cronológico, mas a partir da diversidade de abordagens de artistas sobre um mesmo elemento.

A programação inclui, ainda, o lançamento de um catálogo no dia 29 de agosto (terça-feira), às 19h, marcado por uma conversa aberta ao público com a curadora Fernanda Lopes e artistas participantes da exposição. O evento tem entrada franca, com distribuição de senhas uma hora antes do início.

Compartilhar: