Bispo do Rosário e os 90 anos da Colônia Juliano Moreira marca exposição no Rio

Mostra fica em cartaz até 3 de outubro, com 150 peças criadas por Bispo do Rosário e outras 50 obras de artistas convidados

Pela primeira vez, a arte de Arthur Bispo do Rosário será exposta a partir dos dois universos que influenciaram sua obra: a Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, onde ele viveu por 50 anos, e Japaratuba (SE), sua cidade natal. A mostra “Um canto, dois sertões: Bispo de Rosário e os 90 anos da Colônia Juliano Moreira” tem abertura no Museu Bispo do Rosário, sábado (dia 27.03), às 15h, com 150 peças dele e outras 50 de dez artistas convidados pelo curador, Marcelo Campos. Um serviço de ônibus especial para o museu, em Jacarepaguá, parte, neste sábado, do Parque Lage e do MAM, às 13h30m, e retorna às 18h.

Bispo do Rosário perambulou numa delicada região entre a realidade e o delírio. Paciente psiquiátrico, produziu obras hoje consagradas no mercado internacional de arte, incluindo algumas peças que compõem a exposição.

A mostra se divide em três partes. O núcleo de entrada é dedicado ao nascimento de Bispo, apresentado pela imagem inédita do livro de batismo com seu registro, além de brinquedos feitos por ele. Um destaque é a peça musical de Felipe Julian e Sandra Ximenez, que mescla sons de Chegança, vozes de Bispo e leitura de contos de Guimarães Rosa sobre a loucura.
O segundo módulo reúne seleção de textos, materiais biográficos e imagens que retratam o comércio popular de Jacarepaguá.

Para encerrar, os mundos inventados por Bispo do Rosário, a fixação por virgens e seu manto. A cama Romeu e Julieta, que Bispo dedicou à psicanalista Rosângela, é ladeada por retratos de uma virgem de Taieira, personalidade da cultura popular de Sergipe, fotografada por Ivan Masafret. A cela de Bispo do Rosário, recriada por Willyams Martins, promete impressionar pela sensação de clausura e sofrimento.

Museu Bispo do Rosário de Arte Contemporânea
Estrada Rodrigues Caldas, 3400 (Colônia Juliano Moreira) – Jacarepaguá
Visitas de terça a domingo, de 10h às 17h
De 28 de março a 3 de outubro
Entrada gratuita
Mais informações: Telefone: (21) 3432-2402

 

Compartilhar: