DASARTES 62
julho 2017

ANDRÉ GRIFFO
TOULOUSE-LAUTREC
IRMÃOS CAMPANA
WALKER EVANS
BIENALSUR
ALESSANDRA REHDER

LEIA . BAIXE . COMPARTILHE ARTE

CAPA – Primeira individual de André Griffo em São Paulo apresenta obras recentes, sendo quatro pinturas, uma delas inédita, e uma instalação. As pinturas, produzidas em 2016 e 2017, representam para ele, os vestígios deixados em espaços desocupados. Veja texto exclusivo feito pelo artista especialmente para a Dasartes.

FLASHBACK – Julia Frey é autora da biografia do artista francês Henri de Toulouse-Lautrec mais vendida no mundo. Ela diz que, para entender Toulouse, devemos deixar sua grande arte falar por si só. Porém, os fatos de sua hereditariedade, estilo de vida extravagante, doença crônica, alcoolismo e morte precoce ajudam a escrever intrinsecamente sua dramática história.

REFLEXO – Em cartaz até 20/8 no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, os Irmãos Campana falam a Dasartes sobre quatro obras da exposição e nos mostram como é o processo de criação e produção de suas lindas peças de design para interiores.

DESTAQUE – O fotógrafo americano Walker Evans é conhecido por retratar seu país natal dos anos 1930 e por suas séries de fotojornalismo. Sua primeira retrospectiva no museu Pompidou, Paris, nos mostra todas as transformações sociais e depressão dos EUA.

ALTO RELEVO – A 1ª edição da BIENALSUR trará mostras simultâneas em diversos espaços culturais e urbanos de países da Américas do Sul, Europa, África, Ásia e Oceania. Raul Antelo, um dos curadores brasileiros, nos mostra o conceito e processo em construção.

GARIMPO – A série “Todos os Olhos do Mundo”, da paulista baseada em Londres, Alessandra Rehder, compõe o grupo de trabalhos que a artista reuniu para sua individual “Subtração e Forma”, que será inaugurada em agosto no Centro Cultural Correios de São Paulo.

RESENHAS – Veja as resenhas para a 2ª Mostra Bienal Caixa de Novos Artistas em cartaz até 23/7 no Rio de Janeiro e da peça de teatro “Alair”, baseada na obra do fotógrafo Alair Gomes na Casa de Cultura Laura Alvim.

ALTO FALANTE – “Talvez o que ainda falte a Inhotim é uma real consciência de sua existência e importância…”. Veja o que o crítico de arte Alexandre Sá e o professor de artes visuais Vitor Ramalho tem a dizer sobre a visita ao Inhotim, o maior museu ao ar livre.

Completam ainda a edição as sessões AGENDA, DE ARTE A Z, COLUNA DO MEIO, NOTAS DE MERCADO e LIVROS. Confira!


Compartilhar: