DASARTES 60
maio 2017

Johannes Vermeer
Anselm Kiefer
Candida Höfer
Gianguido Bonfanti
Ana Elisa Egreja
Carolina Martinez

LEIA . BAIXE . COMPARTILHE ARTE

CAPA – Em colaboração com a Galeria Nacional da Irlanda e da Galeria Nacional de Arte, em Washington, o Museu do Louvre apresenta uma megaexposição organizada em torno da figura hoje tão famosa de Vermeer. Reunindo pela primeira vez desde 1966, 12 pinturas (um terço da obra-prima conhecida de Delft), a exposição explora a rede fascinante de suas relações com os outros grandes pintores do século do ouro holandês.

REFLEXO – Em homenagem ao centenário de Auguste Rodin, Musée Rodin em Paris, cede total liberdade ao artista contemporâneo Anselm Kiefer para recriar, conectar e celebrar suas obras em comum. Veja o depoimento de Kiefer e como ele descobriu a obra de Rodin.

DESTAQUE – As obras fotográficas de Candida Hofer exibidas na Pinacoteca permitem experiências e relações diversas. Especialmente as duas que foram captadas em instituições culturais brasileiras: o Real Gabinete Português de leitura e a Biblioteca Nacional, ambos no Rio de Janeiro. Conheça a obra e trajetória da fotógrafa alemã pelas palavras do curador Mariano Klautau Filho.

ALTO RELEVO – Com uma nova mostra no Paço Imperial no Rio de Janeiro, reunindo uma série de esculturas e pinturas dos últimos 7 anos. O artista plástico Gonçalo Ivo percorre a exposição, trajetória e todo processo criativo do artista Gianguido Bonfanti.

OUTRAS NOTAS – A nova série de pinturas realísticas de Ana Elisa Egreja expostas na Galeria Leme em São Paulo, surpreende e chama a atenção pela grande dimensão, pelos pequenos detalhes e pela memória afetiva. Veja imagens incríveis e texto da curadora Júlia Lima para a mostra “Jacarezinho 92”.

GARIMPO –  Um dos destaques da SP-Arte 2017, Carolina Martinez se debruça sobre elementos que definem e estruturam espaços arquitetônicos e superfícies urbanas, como paredes, tetos, pisos, ou, ainda, pontes, empenas, muros e fachadas para produzir suas telas. Conheça mais de suas obras pela autora Elisa Maia.

RESENHA –  A exposição “Leonilson: arquivo e memória vivos” na Fundação Edson Queiroz em Fortaleza, reúne obras de acervos, na sua maioria privados, que pouco foram apresentadas. Saiba mais sobre a mostra em cartaz pelas palavras da crítica de arte Jacqueline Medeiros.

ALTO FALANTE –  Em que medida é possível pensar em uma arte que consiga dobrar a lógica política…?”. Essa e outras questões estão presentes na coluna do curador e crítico de arte Alexandre Sá sobre o tema “O que pode a Arte?”.

Completam ainda a edição as sessões AGENDA, DE ARTE A Z, COLUNA DO MEIO, NOTAS DE MERCADO E LIVROS. Imperdível!


Compartilhar: